Quantcast

Fechar

logo

Fechar

HU diz que retardo em exames e consultas não é de responsabilidade do hospital

Da Redação*. Publicado em 6 de setembro de 2019 às 11:47.

Alguns usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) de Campina Grande têm realizado reclamações, em emissoras de rádio, em relação ao atendimento prestado nas unidades de saúde, desde unidades básicas até hospitais e, em especial, atrasos em exames e consultas no Hospital Universitário Alcides Carneiro.

O superintendente do HUAC, Homero Rodrigues, esclareceu alguns problemas levantados pela população, em entrevista concedida à Correio FM, na manhã desta sexta-feira, 6. De acordo com ele, o Hospital Universitário não é responsável pelas marcações de exames, pois apenas presta serviços à Secretaria de Saúde da cidade e de outros municípios pactuados.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Ainda de acordo com Homero, os exames devem ser marcados diretamente nos postos e unidades básicas de saúde em um sistema de marcações.

– Na hora que o paciente chega na unidade, o profissional entra em um sistema chamado Sisreg, é o sistema de regulação implantado em todo o país, inclusive aqui na secretaria, e no momento que é agendado, o usuário recebe um comprovante com o dia e a hora que ele vai realizar o exame – completou.

Segundo o superintendente, os atrasos não partem do Alcides Carneiro, uma vez que o registro é feito e o hospital também recebe um comprovante com o dia e o horário marcados.

– Primeiro, a gente precisa saber que tipo de exames esse usuário se referiu, porque a secretaria não só tem o HU como prestador de serviço. Imaginemos, por exemplo, exames laboratoriais, a secretaria tem vários prestadores de serviço na cidade, inclusive o HU. A nossa capacidade instalada é de receber, para o laboratório, 120 pacientes ao dia, recebemos em torno de 600 por semana, e desses 600 pacientes a gente realiza em torno de 5 mil exames – disse.

Em complemento, Homero afirmou ainda que a unidade hospitalar oferece a Campina Grande cerca de 10 mil consultas médicas por mês em todas as especialidades, mas reafirmou que qualquer problema na marcação deve ser registrado na ouvidoria da Secretaria Municipal, que é o órgão responsável.

– Excepcionalmente pode ocorrer de um paciente ter sido marcado para um médico, e o médico se afastar por atestado, ele adoeceu também. Pode acontecer, mas imediatamente é remarcado. Então, eu garanto que no dia que for marcado um exame ou consulta para o HU, naquele dia, o paciente pode comparecer porque ele vai resolver – ressaltou.

Por fim, o representante do HU falou também sobre as cirurgias eletivas. De acordo com ele, o hospital passou alguns anos sem contratar novos profissionais, mas em 2018 fizeram novas contratações, fazendo com que a fila de espera das cirurgias fosse andando rapidamente, mesmo ainda existindo a lista de espera devido à alta demanda.

– Inclusive, nós fazemos mutirão para cirurgias de hérnias, realizamos cirurgias aos sábados, exatamente para o usuário não ter esse retardo tão grande em relação às cirurgias – finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube