Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Ex-vereador pretende voltar a disputar eleição em Campina Grande

Da Redação*. Publicado em 17 de setembro de 2019 às 12:26.

Durante entrevista concedida à Rádio Correio FM, o diretor de comunicação do Sintab, ex-vereador Napoleão Maracajá, deu algumas declarações polêmicas a respeito das eleições do ano de 2020. Dentre elas, Napoleão afirmou que em alguns momentos pensou em não se envolver mais na política, mas no momento em que o Brasil está vivendo, que a política está passando, considerado por ele como um declínio na qualidade dos representantes, é importante não se acovardar.

De acordo com o sindicalista, por onde passa na cidade a população campinense, ou uma parte dela, tem o estimulado para voltar à política. “Algumas pessoas têm dito: ‘porque você não se candidata a prefeito?’ Não é o momento, a gente não tem condição para isso”.

Porém, ainda de acordo com ele, algumas das pessoas perguntam sobre uma possível candidatura a prefeito de boa fé, mas, em contrapartida, outras questionam por maldade, para que ele não seja concorrente na condição de vereador.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Napoleão disse também que é necessário avaliar todas as situações com racionalidade, mas que só seria candidato à Prefeitura Municipal da Rainha da Borborema, caso fosse representante de todo o campo oposicionista. “Mas a oposição não consegue se unir, a oposição não consegue afinar o discurso, a oposição é muito desorganizada no geral, então assim eu não vou perder tempo com isso” completou.

O diretor do Sintab disse também que caso tudo ocorra dentro do planejado, ele estará colocando seu nome à disposição do povo de Campina Grande, mas sem obsessão pela posição na Câmara Municipal. “Eu não vou vender minha mãe por um mandato de vereador como alguns fazem, eu vou colocar a minha história à disposição do povo. Eu estou onde sempre estive, eu fiz um bom combate na gestão passada, vou fazer um bom combate agora, mesmo sem mandato”.

Por fim, o ex-vereador disse que Campina Grande passa por um momento de silêncio daqueles que ganham para fiscalizar e falar, mas que em algum momento da história serão responsabilizados por viver sob o signo da covardia. “Eu não tenho esse perfil, eu não sei quem será o próximo prefeito de Campina Grande, eu sei onde eu estarei se for vereador, onde sempre estive, defendendo o povo e seus direitos”, finalizou o sindicalista.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube