Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Deputado sobre eleições em Campina: “Chapa majoritária, só nas convenções em 2020”

Da Redação*. Publicado em 3 de setembro de 2019 às 11:53.

Em entrevista concedida à Rádio Correio FM, o deputado federal do Partido Democratas Efraim Filho falou que o objetivo do partido é participar de forma muito ativa com o foco de recuperar as cadeiras na Câmara Municipal de Campina Grande, já que a legenda não elegeu nenhum vereador nas últimas eleições.

– Eu acho que o Democratas seja, talvez, hoje o primeiro partido que já concluiu toda sua chapa, faltam algumas vagas na cota das mulheres, mas o trabalho tem sido muito bem feito. Temos na frente o novo presidente da legenda, que é o Valdemir Santana – disse.

Foto: Paraibaonline

Segundo o deputado, a legenda pretende ter pelo menos três vereadores, e conta, atualmente, com um trabalho de linha homogênea, ou seja, os candidatos estão no mesmo nível e, de acordo com ele, está todo mundo empolgado com a chance de disputar.

– O partido assumiu um compromisso, não aceita nenhum vereador de legenda, ou seja, um vereador de mandato, ninguém vai transferir seu mandato de última hora para ‘tomar’ a vaga de ninguém. Vamos fortes para a eleição de vereador, e acho que o partido está tão forte que pode compor uma chapa majoritária indicando uma vice, por exemplo, nos espaços que possam surgir – disse.

O político disse também que o partido está com um projeto de crescimento estadual e pretende sair das urnas em 2020 como um dos três maiores partidos da Paraíba. Ainda de acordo com ele, a legenda está recebendo cinco prefeitos, todos eles com direito a reeleição.

– É um trabalho planejado, estratégico e focado nesse momento em que as regras eleitorais mudaram, se acabam as coligações e acho que o Democratas larga na ‘pole position’, larga na frente rumo às eleições de 2020 – completou.

Por fim, o vereador não descartou nem confirmou nenhuma aliança política, pois, de acordo com ele, isso enfraquece a chapa de vereadores do partido, que precisam de garantia, já que o partido pretende ter autonomia, independência e liberdade na montagem das chapas.

– Chapa majoritária, só nas convenções em 2020. Não adianta especular esse ano, não vamos antecipar essa decisão, não tem cenário descartado, nenhum deles. Essa é uma decisão que será tomada de acordo com a evolução do tabuleiro político de Campina Grande e, inclusive, do próprio Estado – finalizou.
Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube