Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Crianças de projeto artístico da PMJP se apresentam no Theatro de São Paulo

Secom/JP. Publicado em 8 de setembro de 2019 às 20:30.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

O prefeito Luciano Cartaxo, acompanhado pela primeira-dama do município, Maísa Cartaxo, e pelo presidente da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Maurício Burity, e a secretária de Educação, professora Edilma Ferreira, assistiu, neste domingo, a apresentação das crianças do projeto Ação Social pela Música da Prefeitura de João Pessoa em concerto da Orquestra Bachiana Filarmônica, regida pelo maestro João Carlos Martins, no Theatro Municipal de São Paulo.

As crianças do projeto Ação Social pela Música executaram a música Asa Branca, clássico da cultura nordestina, sob a regência do maestro João Carlos Martins. Além de Asa Branca, executarão Games of Thrones, de Ramin Djawadi; The Avengers, de Alan Silvestri; No Reino da Pedra Verde, de Clóvis Pereira, e Desafio, de Capiba, regidos pelos maestros Hector Rossi e Samuel Galvez, responsáveis pelos polos do projeto nos bairros de Alto do Mateus e Mangabeira. Os instrumentos utilizados foram violino, viola, violoncelo e contrabaixo.

O Theatro Municipal de São Paulo ficou lotado para o concerto da Orquestra Bachiana Filarmônica e as crianças do projeto Ação Social Social pela Música foram bastante aplaudidas ao final de cada peça executada e ao fim apresentação.

Relação de amor

O maestro João Carlos Martins fez questão de elogiar as crianças e ao projeto Ação Social pela Música em diversas oportunidades do concerto. “João Pessoa está dando um exemplo para São Paulo e para o Brasil. Fico emocionado de ver essas crianças dando este exemplo magnífico”, disse o renomado maestro. Ele fez questão de ressaltar que o momento também era histórico para o Theatro Municipal de São Paulo, que, pela primeira vez, estava recebendo uma orquestra jovem da Paraíba.

Em diversos momentos do concerto, o maestro João Carlos Martins também fez questão de destacar a sensibilidade do prefeito Luciano Cartaxo não apenas em criar e manter o projeto Ação Social pela Música, mas em preservar a cultura de João Pessoa. “Ao apertar a mão do prefeito hoje, estava completando um compromisso assumido. Eu de convidar e ele de trazer as crianças. Acho que nasce, assim, uma relação de amor”, enfatizou, ao conversar com o prefeito Luciano Cartaxo nos bastidores do teatro.

Emoção e compromisso

O prefeito Luciano Cartaxo se emocionou com a apresentação das crianças no Theatro Municipal de São Paulo. “Essa oportunidade oferecida pelo maestro João Carlos Martins apresenta para o Brasil um forte projeto social que estamos executando em nossa gestão e que, com certeza, terá grande repercussão na vida das crianças e famílias envolvidas e também na cultura de João Pessoa”, afirmou.

Para o prefeito Luciano Cartaxo, é fantástico perceber o talento de crianças de comunidades pobres e de ver como um projeto do poder público abre oportunidades e gera esperança. Nosso compromisso é o de consolidar e de expandir este projeto, uma vez que ele tem forte repercussão social”, afirmou.

O convite para que as crianças se apresentassem no concerto do Theatro Municipal foi feito diretamente pelo maestro João Carlos Martins, que, no ano passado teve a oportunidade de conhecer o projeto Ação Social pela Música, desenvolvido pela gestão do prefeito Luciano Cartaxo, quando de sua participação no Festival Internacional da Música Clássica.

Ação Social pela Música

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

O projeto é mantido integralmente pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através de sua Fundação Cultural (Funjope), atendendo crianças e adolescentes com idade de 6 a 16 anos, aliando o ensino da música à educação formal, num sistema de jornada complementar à escola.

O projeto funciona em João Pessoa desde 2015, implantado na gestão do prefeito Luciano Cartaxo, e atende atualmente cerca de 300 crianças nas quatro unidades da Capital. Além das aulas práticas e teóricas de segunda à sexta-feira, das 13h às 17h, os alunos têm aulas de reforço escolar (Português e Matemática).

Na Unidade 1 (Alto do Mateus) e na Unidade 2 (Mangabeira) os alunos aprendem a tocar instrumentos de corda (violino, viola, violoncelo e contrabaixo). Já na Unidade 3 (Gervásio Maia), estudam flauta doce, e na unidade 4 (Bairro dos Novais), estudam metais (trompete, trombone, tuba e trompa).

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube