Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Chefe de Gabinete campinense descarta candidatura a vice e revela convite do PSL

Da Redação*. Publicado em 11 de setembro de 2019 às 12:24.

O chefe de Gabinete da Prefeitura de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, esclareceu, em entrevista a uma rádio local, algumas polêmicas na área política em que seu nome está envolvido. Dentre os assuntos apontados, um deles foi as eleições do ano de 2020, nas quais ele já anunciou que é pré-candidato à Prefeitura da Rainha da Borborema.

De acordo com Bruno, não há pretensão alguma de sua parte em ser vice em outra chapa, pois, segundo ele, não faz parte de seus planos e é necessário ter meta e propósito, que, no caso dele, não é ser vice-prefeito. “Até porque se fosse para ser vice, provavelmente, eu teria sido três anos atrás, quando foi cogitado e eu não fui”, completou.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Ainda segundo o pré-candidato, o Partido Social Liberal (PSL), conhecido por ser a legenda que o presidente Jair Bolsonaro faz parte, deu o indicativo que as portas estariam abertas para sua candidatura. Na mesma declaração, o chefe de gabinete disse estar muito feliz, já que enxerga o partido com bons olhos.

No entanto, há algum tempo estão circulando especulações de que o empresário Artur Bolinha (PPS) iria ser candidato à Prefeitura de Campina Grande pelo PSL.

Sobre Bolinha, o pré-candidato afirmou que não tem nada contra, pelo contrário, acha que ele cumpre um papel importante, mesmo tendo algumas diferenças políticas, que, na visão dele, são normais.

Ainda segundo o pré-candidato, há poucos dias Bolinha proferiu declarações na imprensa sobre ele, questionando se seu posicionamento era de esquerda ou direita, tendo em vista que já tinha sido filiado ao PSDB, colocado pelo empresário como de centro-esquerda, e em seguida disputado o mandato pelo Solidariedade.

– Isso é uma questão situacional, partidos no Brasil são questões situacionais, a gente sabe que são praticamente 40 partidos no país, o que diz respeito a ideologia é a individualidade. Os partidos no Brasil, infelizmente, não têm tanta ideologia. Ele próprio disputou pelo PTB e pelo PPS, que é o antigo Partido Comunista Brasileiro – finalizou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube