Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Atriz global revela que evita locais cheios devido a assédio

Folhapress. Publicado em 18 de setembro de 2019 às 11:15.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

BEATRIZ VILANOVA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Ser protagonista de novela no horário nobre é o sonho de qualquer atriz. Mas um sonho que também pode trazer alguns efeitos colaterais, segundo Juliana Paes, 40, que interpreta atualmente a personagem Maria da Paz em “A Dona do Pedaço” (Globo).

Segundo ela, o estilo de vida de toda a sua família teve que se adaptar.

“Muitas vezes me pego evitando ir a lugares e evento públicos com muita gente, porque o assédio é muito grande”, disse a atriz, durante evento de lançamento em São Paulo do aparelho de limpeza facial Luna 3, da Foreo, nesta terça (17). Ela é casada com o empresário Carlos Eduardo Baptista, 41, e tem dois filhos: Antônio, 6, e Pedro, 8.

“Percebo que isso [o assédio] às vezes irrita meus filhos. Eles querem atenção e eu também não posso negar atenção para as pessoas que querem um autógrafo ou uma foto. O que fazer? Então é melhor evitar, é melhor ir a lugares com assédio controlado, onde eu consiga atender às pessoas e aos meus filhos também”, completa Paes.

A atriz, que já fez papéis de destaques em outras produções, como “Gabriela” (2012), “Caminho das Índias” (2009) e “A Força do Querer” (2017), diz que não consegue dizer “não” para os fãs, e que se sentiu mal nas vezes em que precisou fazê-lo. “Se for criança então, aí acaba comigo”.

Para ela, a questão se torna uma “balança muito difícil”, mas que pende para os dois lados: “Abro mão às vezes de ir para lugares que estou a fim para manter esse equilíbrio”.

NA TRAMA
Juliana Paes também falou, no evento desta terça, sobre o desenrolar da novela, que chegou nesta semana ao 100º capítulo, e comemorou a reviravolta que atingirá sua filha na trama, Josiane (Ágatha Moreira). “Ela vai vender bolo na carrocinha da Maria da Paz. E é a própria Maria da Paz que diz ‘Olha filha, tenho uma coisa para você'”.

Segundo Paes, isso não significa uma redenção da filha. “Acho que Josiane merece coisa pior. Acho que é pouco para ela. Acho que isso vai ser só um começo de redenção. Se é que aquele tipo de personagem consegue se redimir”. Questionada sobre o que faria se tivesse uma filha como Josiane, ela diz: “Acho que ficaria deprimida”.

Fora dos sets de filmagem, Juliana Paes afirma que costuma acompanhar o que falam sobre a novela nas redes sociais, e que se diverte muito com os memes feitos sobre sua personagem. Para ela, a repercussão é sinônimo de sucesso e carinho. “Até as fofocas são sinônimo do sucesso estrondoso”, diz.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube