Fechar

logo

Fechar

Ação preventiva chama atenção para o combate à violência doméstica em João Pessoa

Da Redação com Secom/PB. Publicado em 15 de setembro de 2019 às 7:50.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

A Coordenação das Delegacias da Mulher na Paraíba (Coordeam), em parceria com a recém-criada Patrulha Maria da Penha, percorreu diversos bairros de João Pessoa, na noite de sexta-feira (13), distribuindo panfletos com o objetivo de sensibilizar a população sobre a violência contra a mulher.

Sob a coordenação da delegada Maísa Félix, as equipes iniciaram os trabalhos no Terminal de Integração do Varadouro e entraram pela noite nos bares, restaurantes e praças dos bairros da zona sul da Capital.

“Este é um trabalho constante e importantíssimo que já vinha sendo realizado pela Coordeam em trabalho integrado das Polícias Civil e Militar com a Secretaria da Mulher e Diversidade Humana, contando agora com o reforço e a parceria da Patrulha Maria da Penha. A receptividade das pessoas, sobretudo das famílias, ao nosso trabalho é impressionante”, destacou a delegada Maísa Félix.

Participaram da ação, que ainda foi realizada no bairro dos Bancários, equipes das Deam’s Norte e Sul e delegacias da região metropolitana, além de servidores da área administrativa da Coordeam, em conjunto com a rede de atendimento integrada, Patrulha Maria da Penha e Disque-denúncia.

A Polícia Civil da Paraíba não trabalha sozinha no atendimento à mulher vítima de violência. Segundo a delegada Maísa Félix, existe toda uma rede de atendimento que envolve os órgãos operativos da Secretaria de Segurança, como a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, além de outras secretarias estaduais, como a Secretaria da Mulher e Diversidade Humana e instituições parceiras.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

Outro serviço importante é a Patrulha Maria da Penha, criada para dar mais eficiência ao atendimento à mulher vítima de violência. Com equipe multidisciplinar e um ônibus equipado especialmente para essa finalidade, a Patrulha se une ao trabalho integrado desenvolvido pela Coordeam.

Além disso, a vítima tem assistência psicológica na própria Delegacia da Mulher, as medidas protetivas, o SOS Mulher, a Casa Abrigo e os telefones para denúncia de violência contra a mulher. Qualquer cidadão pode fazer denúncias através dos números 197 (Polícia Civil), 190 (Polícia Militar) e 180 (Central de Atendimento à Mulher do Governo Federal). As ligações são gratuitas e a identidade do denunciante permanece em absoluto sigilo.

A Polícia Civil da Paraíba possui estrutura de atendimento nas Delegacias da Mulher espalhadas em todas as regiões do estado. São 14 Delegacias da Mulher nas cidades de João Pessoa (Deam Norte e Deam Sul), Bayeux, Mamanguape, Campina Grande, Guarabira, Santa Rita, Picuí, Monteiro, Queimadas, Patos, Cajazeiras, Sousa, Cabedelo e um núcleo em Esperança.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube