Fechar

logo

Fechar

Empresas de telefonia lideram reclamações no Procon de Campina

Da Redação*. Publicado em 7 de agosto de 2019 às 11:58.

Em entrevista concedida à Rádio Correio FM, o coordenador do Procon de Campina Grande, Rivaldo Rodrigues, contou que as empresas de telefonia são as mais reclamadas na instituição este ano. Segundo ele, desde o dia 1 de janeiro até hoje, as reclamações somam pouco mais de 30% do total de ocorrências no órgão.

Rivaldo afirmou que em contrapartida a isto, o Procon de Campina Grande está realizando ações pontuais para que possa haver uma expectativa de visão de melhoria na prestação de serviços dessas empresas para com o consumidor.

Foto: Reprodução/Internet

Foto: Reprodução

Segundo o coordenador do Procon Municipal, a campeã das reclamações referentes ao serviço de telefonia é a quebra de contratos. Exemplificando, ele destacou que, normalmente, as pessoas contratam um plano em um valor promocional e muitas vezes começam a vir contas mais elevadas do que o valor inicial e sem justificativa aparente.

– É aí que o Procon entra, e, na grande maioria das vezes, a gente consegue resolver o problema sem dificuldades – ressaltou.

Rivaldo destacou também que em segundo lugar nas reclamações estavam as empresas de cursos profissionalizantes. Segundo ele, isso se deu devido a um problema isolado de uma dessas empresas que gerou cerca de 250 reclamações, porém, colocou a situação como atípica.

Já em terceiro lugar estão os bancos, com problemas relacionados, principalmente, segundo o coordenador do Procon, a filas e demora no atendimento.

– Apesar de alguns bancos terem melhorado sobremaneira a questão do atendimento, ainda temos alguns que causam problemas graves para a população de Campina Grande – explicou.

Rivaldo disse também que o quinto e sexto lugar são ocupados pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) e Energisa, respectivamente. Segundo ele, apesar de serem empresas de prestação de serviços públicos, também estão sujeitas à fiscalização do Procon, e, inclusive, têm tido uma quantidade representativa em relação ao total de reclamações.

Por fim, o coordenador do Procon da Rainha da Borborema enfatizou que, basicamente, o órgão chama as empresas campeãs de reclamações e tentam, através do diálogo, algum tipo de solução, que muitas vezes são sugeridas pela própria empresa.

– Nosso objetivo maior é atender os reclamos dos consumidores e também, claro, evitar multa. Nosso objetivo, e eu deixo bem claro isso, não é de forma alguma aplicar multas sobre fornecedores e sim que a gente tenha uma prestação de serviço decente e condizente com aquilo que merece o consumidor de Campina Grande – finalizou.

*As informações foram veiculadas na Rádio Correio FM

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube