Fechar

logo

Fechar

Cursos profissionalizantes em agropecuária e agroindústria ofertam 160 vagas na PB

Da Redação*. Publicado em 8 de agosto de 2019 às 10:55.

A Escola Agrícola Assis Chateaubriand, do Centro de Ciências Agrárias e Ambientais da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Lagoa Seca, está ofertando 160 vagas, dentre elas, 80 são para o curso técnico de agroindústria e mais 80 para o curso técnico de agropecuária.

Em entrevista concedida à Rádio Correio FM, o professor e diretor da escola, Aude Cleber, contou que as novas vagas foram abertas visando incluir as pessoas que ficaram de fora no início do ano, tendo em vista a alta busca pelos cursos no primeiro semestre de 2019.

– A gente está formando uma turma de cada curso, em cada turno. Então uma turma de agropecuária pela manhã, outra pela tarde, e da mesma forma o curso de agroindústria. É uma grande oportunidade para a população se capacitar cada vez mais, diante de um mercado tão competitivo – disse.

Em consequência da capacitação proporcionada pelos cursos, Aude Cleber destacou que os profissionais poderão exercer funções em vários setores, tanto privados quanto públicos, e até mesmo de forma autônoma, pois, de acordo com o professor, essas são profissões que alavancam a economia do país.

– Nós temos pessoas que trabalham em empresas privadas, a exemplo da Guaraves, outros, inclusive, já fizeram o próprio concurso da UEPB e hoje atuam como técnico em agropecuária e já foram alunos de lá. Eles podem ser consultores, projetistas do Banco do Nordeste, isso tudo técnico em agropecuária. E várias outras vertentes, podendo trabalhar na vigilância sanitária, na Empasa, na Embrapa, no Insa, em ONG, tudo voltado para a produção sustentável de alimentos – exemplificou.

Foto ilustrativa: Reprodução

Foto ilustrativa: Reprodução

Já sobre a linha de atuação da agroindústria, Aude Cleber ressaltou que o profissional está habilitado para atuar também em diversas áreas, incluindo as linhas de produção e supervisão voltadas à produção alimentar como usinas de derivados do leite, de frutas, dentre outras.

– As possibilidades são inúmeras. Na realidade nós sabemos que existem vários cursos profissionalizantes, mas aquilo que nós realmente queremos impactar na vida do indivíduo é a sua determinação, sua percepção, seu foco, é a sua entrega ao curso. Porque com certeza ele saindo preparado, campo de trabalho não haverá de faltar – completou.

Os cursos profissionalizantes duram dois anos, e como pré-requisitos para o curso técnico de agroindústria é necessário estar cursando ou ter concluído o ensino médio. Já para o técnico em agropecuária é obrigatório ter o fundamental completo.

As inscrições podem ser feitas diretamente pelo candidato a vaga, até a próxima sexta-feira, 9, na secretaria da Escola Agrícola, no município de Lagoa Seca.

*As informações foram veiculadas na Rádio Correio FM

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube