Fechar

logo

Fechar

Chefe de Gabinete sobre a ‘Operação Famintos’: “Confio completamente na lisura”

Da Redação*. Publicado em 2 de agosto de 2019 às 8:15.

Em entrevista concedida à Rádio Caturité, o ex-deputado e atual chefe de Gabinete da Prefeitura de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, falou sobre as investigações da ‘Operação Famintos’. Ele declarou ter total confiança na ex-secretária Iolanda Barbosa, presa em razão das investigações.

Na entrevista, Bruno explicou que o modelo adotado pela pasta de educação vem sendo utilizado pela prefeitura campinense desde o ano 2007, mesmo antes da chegada do prefeito Romero na PMCG, com o aval da Controladoria Geral da União (CGU).

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

– O que aconteceu, a grosso modo, foi uma mudança de paradigma, uma mudança de entendimento por parte da Controladoria Geral da União. A CGU e, posteriormente, a avaliação do Tribunal de Contas, aprovaram o modelo em 2007, 2009 e 2011. Quando chega uma nova gestão e já se tem três pareceres favoráveis, se mantém a mesma prática, o mesmo processo – afirmou.

O chefe de Gabinete explicou que existem duas formas de fornecimento de merenda escolar: a primeira é a compra direta dos itens, e a segunda, o modelo por licitação por cardápio, adotado pela PMCG desde 2007, em que há a contratação de empresas que preparam e fornecem as refeições.

– Em 2007, 2009, 2011, 2013 e 2016, a CGU teve o entendimento que o fornecimento de merenda, através desse método, é um fornecimento lícito e sem problema algum. Em 2016, eles registraram num parágrafo, o grande esforço que a prefeitura faz, mesmo em meio às dificuldades, fornecer uma merenda de grande qualidade. Por isso eu confio completamente na lisura do processo que é tomado pela ex-secretária Iolanda Barbosa – ressaltou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube