Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Além da moradia, é importante proporcionar mobilidade no Aluízio Campos, diz STTP

Da Redação*. Publicado em 20 de agosto de 2019 às 9:48.

O Complexo Habitacional Aluízio Campos, em Campina Grande, já nasce maior que mais de 180 cidades paraibanas. Tendo em vista a dimensão do espaço, serão disponibilizadas duas linhas de ônibus que irão circular internamente no conjunto, com o objetivo de levar a população até a entrada do bairro, possibilitando a utilização dos ônibus 944 e 944A.

Em entrevista concedida à Rádio Campina FM, o superintendente da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), Félix Neto, contou que a STTP, em conjunto com outras secretarias, fez um plano de ação para atender o Complexo Aluízio Campos em relação a transporte e sinalização, objetificando a mobilidade dos moradores do novo espaço.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

– Campina Grande, no ano de 2017, colocou de placas novas aproximadamente 700. Só o Aluízio Campos vai levar 600 placas a serem implantadas desde a BR até dentro do complexo, algumas já foram colocadas. Além de placas com nome de rua, além da definição do que é sentido único, para aquelas vias que poderão ter o sentido duplo – explicou.

De acordo com Félix, serão instalados também, 30 abrigos de ônibus e 28 pontos de parada por todo o território do complexo. Segundo ele, as duas linhas alimentadoras internas têm como objetivo facilitar a mobilidade da população que poderá se conectar às linhas 944 e 944A que dão acesso à cidade de Campina Grande como um todo.

– A ideia é que a população possa ter acesso sem maior problema com a integração temporal. A integração temporal facilita, inclusive, a possibilidade de trocar o ônibus em qualquer lugar da cidade, onde seja linha de desejo das pessoas que por ali vão – completou.

Por fim, o superintendente explicou que devido ao aumento no fluxo de pessoas, a manutenção das linhas do 944 permanecerão as mesmas em relação ao tempo, mas com o fortalecimento do número de ônibus. Já o número de ônibus das linhas alimentadoras também pode ser alterado a depender da demanda.
Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube