Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Presidente Nacional da OAB sobre Moro: “ Ele deveria ter se afastado”

Da Redação*. Publicado em 6 de julho de 2019 às 10:39.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Ao receber o título de cidadão campinense, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Dr. Felipe Santa Cruz, além de expressar sua gratidão em relação à homenagem, também abordou sobre os decretos do governo Bolsonaro quem envolvem o armamento da população, e sobre a ‘vazajato’, afirmando que o Ministro Sérgio Moro deveria se afastar para desenvolver sua defesa com transparência.

Sobre o porte e posse de arma, o advogado afirmou que olha para este tema com preocupação, pois, na visão dele, com o armamento da população, a tendência é que aumente a violência.

– A posse numa área rural, eu acredito que é possível, nós sabemos da deficiência da segurança do nosso Estado. Agora, eu não acho que a sociedade vá avançar armando todo mundo, a tendência é que aumente a violência. E eu acho que o ideal, é que o Estado tenha esse controle das situações específicas que merecem uma maior flexibilidade do porte de armas – ressaltou

Sobre as conversas vazadas entre o Ministro Sérgio Moro e o Procurador Deltan Dallagnol, em relação às investigações da Lava Jato, Santa Cruz afirmou que ‘os fins não justificam os meios’.

– A OAB entende que ele deveria ter se afastado, inclusive para exercer sua defesa. Há a informação de que houve, por parte do COAF, a violação do sigilo bancário do jornalista que fez as denúncias, isso é gravíssimo, e é exatamente disso que falava a OAB, quando recomendou que ele (Moro) se afastasse, para que possa se defender de forma transparente, e depois, se fosse comprovado sua inocência, que ele retornasse ao cargo – afirmou

*As informações foram veiculadas na Rádio Caturité FM

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube