Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Presidente da Aduepb faz duras críticas às propostas do Governo Federal

Da Redação. Publicado em 26 de julho de 2019 às 21:49.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Em entrevista concedida à Rádio Correio FM, o professor e presidente da Associação dos Docentes da Universidade Estadual da Paraíba (Aduepb), Nelson Junior, se colocou contra a proposta do ministro da Economia, Paulo Guedes, de desvincular do orçamento federal os recursos correspondentes a 18% da Educação e 15% da Saúde.

O presidente da Aduepb, que definiu a ideia como um absurdo, disse também que o Ministro já havia dado indicação da proposta logo após a posse do presidente Jair Bolsonaro, quando, segundo ele, foi constituída a comissão do trabalho.

– Absurdo porque se você desobriga os estados com seus investimentos em educação e saúde, você desobriga os municípios desse investimento e a própria União. O maior prejudicado vai ser o povo – exaltou.

Nelson Junior questionou com qual recurso serão financiados os hospitais e as Unidades de Pronto Atendimento (UPA), e definiu tudo isso como, basicamente, o ‘fim do Sistema Único de Saúde (SUS)’.

Além disso, o professor indagou também como o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) será mantido sem essa obrigatoriedade de investimento de pelo menos 20% necessários.

Por fim, Nelson fez duras críticas ao programa “Future-se”, pois, de acordo com ele, é um projeto que visa tirar a responsabilidade do governo federal, abrindo a economia das universidades à iniciativa privada. Ainda de acordo com ele, quando se propõe isso, é o primeiro passo para a privatização e incentivo de cobrança de mensalidades nas instituições.

* As informações foram veiculadas na Rádio Correio FM.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube