Fechar

logo

Fechar

Padre e bispos fazem avaliação de retiro espiritual do clero da Diocese de Campina

Da Redação*. Publicado em 12 de julho de 2019 às 11:40.

O Clero da Diocese de Campina Grande participou esta semana do seu retiro espiritual e edição aconteceu no Convento Ipuarana, em Lagoa Seca. Estiveram presentes no retiro os padres da diocese e de outras congregações que realizam atividades em Campina Grande, dois diáconos provisórios e o bispo diocesano campinense, dom Dulcênio Fontes de Matos. O retiro teve início na segunda-feira (8) e foi encerrado nessa quinta-feira (11).

O pregador do retiro foi o bispo diocesano de Mossoró, Dom Mariano. Ele avaliou que o retiro foi muito proveitoso e notou que o silêncio esteve muito presente.

Dom Mariano também destacou que o retiro espiritual é um momento de reflexão e de avaliação da caminhada.

– A avaliação é sempre um sentimento de agradecimento. Ter a oportunidade de pregar um retiro aos padres é dom de Deus. Acho que sempre ao terminar um retiro agradecemos a Deus pelo que ele opera dentro de nós. O retiro é um momento em que nós podemos parar, avaliar a nossa caminhada e até endireitar o rumo do nosso percurso. É um momento essencial, indispensável e muito especial para a vida de todos nós – afirmou.

Para o bispo diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos, o retiro foi um dos mais proveitosos que já participou. Ele afirmou que os padres trataram o retiro com muita seriedade e elogiou a pregação do bispo Dom Mariano, frisando que ele conduziu o retiro com simplicidade.

– A minha avaliação é a melhor possível. Nesses anos todos que eu faço retiro, poucos foram tão proveitosos como esse. Dom Mariano conseguiu nos prender de maneira extraordinária com muita simplicidade e objetividade. Eu senti nesse retiro como se estivesse realmente recomeçando o meu ministério. Todos levaram com muita seriedade o silêncio e eu senti que eles realmente gostaram do retiro porque não foi um apenas, mas mais de um que veio me dizer “Dom Dulcênio, o senhor está de parabéns até o brinco” – disse.

Foto: Paraibaonline

Dom Dulcênio declarou que “o retiro é um momento de reabastecer” e comentou que os padres vão voltar para as suas paróquias com mais disposição, animação e gosto pelo apostolado.

Para o padre José Marcondes, o retiro foi um momento para reabastecer a carga espiritual e se preencher da palavra de Deus. Ele afirmou que é preciso se manter cada vez mais cheio da graça de Deus para repassar esse sentimento para as pessoas.

– O retiro espiritual é sempre um momento para reabastecer o nosso espírito e a nossa carga espiritual. Nós, como sacerdotes, somos muito reivindicados de uma palavra, as pessoas se aproximam de nós e querem uma resposta e nós só podemos oferecer aquilo que temos. De fato, graças a Deus, nesse retiro nós nos preenchemos da graça de Deus – disse.

*As informações foram concedidas à Rádio Caturité FM

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube