Quantcast

Fechar

logo

Fechar

‘Operação Famintos’: PF acredita na participação de servidores em desvio de recursos

Da Redação. Publicado em 24 de julho de 2019 às 15:15.

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil [arquivo]

Uma coletiva de imprensa foi realizada no início da tarde desta quarta-feira, 24, em Campina Grande para tratar das operações deflagradas pela Polícia Federal, denominadas ‘Famintos’ e ‘Feudo’.

As operações – que têm como objetivo combater fraudes em licitações, superfaturamento de contratos administrativos, corrupção e organização criminosa relacionados à aquisição de merenda escolar – foram deflagradas em sete municípios paraibanos: João Pessoa, Campina Grande, Massaranduba, Lagoa Seca, Serra Redonda, Monteiro e Zabelê.

A coletiva contou com a participação de representantes da Polícia Federal (PF), Ministério Público Federal (MPF/PB) e Controladoria Geral da União (CGU-PB).

O delegado Carlos Felipe Maciel, responsável pelo caso, informou que as investigações estão em curso, mas que a Polícia acredita na participação de servidores públicos no esquema.

– Devido à antiguidade, ou seja, do ano de 2013 pra cá, sempre eram as mesmas empresas e fornecedores. A primeira empresa que costumava ganhar sequer existia. Nós constatamos a sobreposição de objetos, como exemplo, você tinha duas contratações, e quando se tentava fiscalizar, as notas fiscais não estavam compatíveis com os contratos – detalhou o delegado.

Ele também pontuou que os objetos apresentavam uma qualidade diferente do que era declarado, isto é, declaravam objetos mais caros quando, na verdade, se tratavam de objetos mais baratos.

– Todo esse conjunto probatório que estamos ainda investigando, nos levam a crer que possa haver sim uma conivência, uma participação dos servidores públicos – frisou.

As informações foram repercutidas na Rádio Correio FM.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube