Quantcast

Fechar

logo

Fechar

‘Operação Famintos’ identifica desvio de R$ 2,3 milhões em Campina de 2018 a 2019

Da Redação. Publicado em 24 de julho de 2019 às 15:48.

 

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira, 24, o diretor de Operações Especiais da Controladoria Geral da União (CGU), Israel José Reis de Carvalho, falou sobre a ‘Operação Famintos’, que investiga fraudes em licitações, superfaturamento de contratos administrativos, corrupção e organização criminosa relacionados à aquisição de merenda escolar em municípios paraibanos.

Na entrevista, o diretor explicou que a investigação aconteceu através de uma parceria entre a Polícia Federal, Controladoria Geral da União e Ministério Público Federal, nos municípios de Campina Grande e Monteiro.

– Foi identificado como um grupo de empresas fraudava todo o processo licitatório, na aquisição da merenda escolar para as escolas e creches dos municípios de Campina Grande e Monteiro. Esse grupo atuava em conluio fraudando e falsificando o processo licitatório – afirmou.

Além disso, Israel afirmou que o montante desviado foi calculado em R$ 2,3 milhões, e acrescentou que até o final das investigações esse valor poderá ser ainda maior.

– No primeiro momento, a Controladoria do município de Campina Grande identificou, numa amostra do trabalho realizado no exercício de 2018 e 2019, que o montante do prejuízo até o momento é de R$ 2,3 milhões. Esse grupo empresarial vem atuando desde o ano de 2013, esse valor pode vir a aumentar com o desenvolver das investigações – ressaltou.

As informações foram veiculadas na Rádio Caturité FM.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube