Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Mari promove primeiro Seminário Estadual sobre Mandiocultura

Da Redação com Ascom. Publicado em 17 de julho de 2019 às 21:37.

Foto: Ascom

Trinta e três municípios paraibanos e cinco estados do Nordeste participam, a partir desta quarta-feira (17), do Primeiro Seminário Estadual sobre Mandiocultura – do plantio à comercialização, que será realizado no município de Mari, brejo do estado.

Realizado em parceria com o Sebrae Paraíba e instituições como UFPB, Embrapa, Senar, Sescoop, BNB, entre outros, o seminário tem como objetivo fortalecer a cultura da mandioca na região, além de discutir a cadeia produtiva da raiz. Pelo menos 200 inscritos estão participando do evento.

O município de Mari é o maior produtor de mandioca do estado, conforme o IBGE, que contabiliza uma área plantada de 1,3 mil hectares. Além disso, a cidade possui mais de 300 produtores da raiz. A cidade vizinha de Araçagi é a segunda do estado em termos de área plantada da mandioca.

“Com o seminário, que terá especialistas e estudiosos da mandioca vindos de todo o país, vamos discutir a melhoria da produtividade, assim como a implantação de unidades de processamento e beneficiamento da planta e o uso para outras utilidades, como a produção de ração para animais”, destacou o secretário de desenvolvimento econômico e agrário de Mari, Severino Ramos do Nascimento.

Segundo o secretário, a discussão será ampla porque “queremos abrir o leque de possibilidades da cultura da mandioca, que também pode ser aproveitada em produção de filme plástico para bolsas, confecção de descartáveis como copo e canudo, entre outros produtos”.

A programação do evento conta com apresentação de projetos envolvendo o arranjo produtivo da mandioca; visita técnica aos cultivos e experimentos com o produto; palestras sobre avanço tecnológico no cultivo da mandioca; assim como as oportunidades e desafios do mercado.

De acordo com o analista técnico do Sebrae Paraíba, João de Deus Leôncio, o seminário surgiu após discussão promovida durante o Território Empreendedor Sustentável (TES), realizado no ano passado com líderes, agentes públicos e empreendedores de 22 municípios da região polarizada por Guarabira.

Foto: Ascom

Dentre as potencialidades identificadas na região, está a agropecuária. A atividade, realizada em uma extensa área territorial, agrega famílias da zona rural, mas ainda carece de incentivo e atualização tecnológica.

“Com esse conhecimento, poderemos desenvolver a atividade e o mercado local da mandioca. A Paraíba tem um potencial grande graças a Mari, mas temos toda a produção atual vendida para o mercado externo por meio de atravessadores, ou seja, sem agregar valor ao produto. Por isso, surgiu o interesse em realizar o seminário para provocar a sociedade e os produtores, além de estudiosos. O objetivo é transformar essa cadeia produtiva que a mandioca seja utilizada da melhor forma possível e possa, assim, gerar emprego e renda na região”, destacou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube