Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Mãe de criança com doença rara faz apelo para que Justiça libere medicamento preso

Da Redação*. Publicado em 22 de julho de 2019 às 10:37.

A mãe de Ednaldo Pinheiro, de 13 anos, que luta contra uma doença rara chamada Hemoglobinúria Paroxística Noturna (HPN), Edileuza Pinheiro, entrou com uma ação na Defensoria Pública da União para pedir que a Justiça libere o medicamento Soliris, que trata a HPN, que está preso na alfândega e é necessário o pagamento de uma taxa de quase R$ 39 mil para liberá-lo.

Edileuza, que reside em Pocinhos, cobrou celeridade por parte da Justiça, tendo em vista que o estado de saúde do seu filho está se agravando sem o medicamento.

Foto ilustrativa: Reprodução

Foto ilustrativa: Reprodução

– A doença está agravando cada dia mais. Ele está em casa, doentinho com uma anemia muito forte. Estou vendo a hora trazer ele para o hospital para ser internado novamente. Eu não posso fazer nada, porque está na Justiça e a Justiça é que tem que fazer. Queria que a Justiça olhasse o caso do meu filho, que é grave e a doença está avançando cada dia mais. Eu estou com medo, não sei o que eu posso fazer e queria que eles ajudassem a adiantar o caso dele – disse.

*As informações foram concedidas à Rádio Caturité FM

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube