Fechar

logo

Fechar

Depressão e ansiedade são distintas, mas podem caminhar juntas, afirma psicólogo

Da Redação*. Publicado em 20 de julho de 2019 às 8:27.

Em entrevista concedida à Rádio Correio FM, o psicólogo Luan Glauber falou sobre depressão e comentou alguns dos sintomas característicos que podem vir a ser identificados. Segundo ele, a baixa no humor, reações comportamentais de isolamento e a perda da vontade de viver, podem ser um sinal de alerta para o indivíduo.

– Basicamente a depressão é quando o sujeito sente que, de certa maneira, ele perdeu o sentido de existir, o sentido de viver. E ai, trazem sintomas como perda de funcionamento cognitivo, perda de processamento, sintomas comportamentais, a exemplo da retração e do isolamento, da tristeza excessiva, do choro e algumas vezes da agressividade – explicou.

De acordo com o psicologo, dependendo do tipo de depressão também é possível o desenvolvimento de sintomas psicóticos, a exemplo de alterações perceptivas a nível de alucinações e delírios, mas, ainda de acordo com ele, são casos mais específicos.

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

Ele contou também que há diversos motivos que podem causar a depressão, mas é difícil definir um específico. Dentre os tantos citados estão o esfalecimento de valores sociais, a forma de se relacionar cada vez mais isolada e até mesmo a questões materiais de consumo.

– É difícil da gente dizer que existe um motivo generalista, existem motivos que são mais amplos, como a perda de um ente querido que pode culminar no desenvolvimento da depressão, a perda do seu emprego, ou a perda da sua condição financeira que também pode culminar, mas não é uma regra, não é uma realidade suprema – citou.

Luan falou também sobre a ansiedade, a definindo como o aceleramento do indivíduo, ou seja, o inverso da depressão, e, que, na verdade não é uma doença e sim uma característica do sujeito, mas, de acordo com ele, apesar de distintas a depressão e a ansiedade podem sim caminhar juntas.

– Muitas vezes a pessoa que convive com a ansiedade não consegue entender, ou ela não consegue estar bem, porque ela convive justamente com o transtorno de ansiedade, ou com um nível muito elevado de ansiedade e isso pode desembocar no desenvolvimento de uma depressão – ressaltou.

Por fim, o psicologo explicou que depressão não é frescura, não é falta de ocupação e nem falta de Deus, e sim uma doença séria que precisa de tratamento assim como tantas outras. Esse tratamento, segundo Luan, pode ser feito por um psicólogo, que utiliza de técnicas de conversa terapêutica, ou por um psiquiatra, que em grande maioria foca na farmacoterapia, e dependendo do nível da depressão do paciente, até mesmo pelos dois.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube