Fechar

logo

Fechar

Defesa de Ricardo Coutinho: voto de presidente do TRE-PB não foi surpresa

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 31 de julho de 2019 às 8:47.

O advogado de defesa do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), Fábio Brito, afirmou que o voto do presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Carlos Martins Beltrão Filho, em relação ao julgamento da Ação de Investigação Judicial Eleitoral contra o ex-governador e a vice, Lígia Feliciano (PDT) não foi surpresa.

O presidente, que havia pedido vistas dos autos da ação conhecida como a AIJE do Empreender, manifestou seu voto na sessão desta terça-feira (30),  pela procedência da matéria, mas ainda assim, o placar de 4 x 3 foi favorável ao ex-gestor.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

“A convicção de cada magistrado é feita na análise dos autos, mas a tese que vigorou foi a da improcedência das ações no que tange o caso aplicando-se apenas as multas”, explicou o advogado.

A Justiça Eleitoral manteve a elegibilidade do governador e dos implicados na ação, mas aplicou multas pela conduta vedada no pleito de 2014 nos valores de R$ 60 mil ao ex-governador, R$ 30 mil à vice-governadora Lígia Feliciano e ao ex-secretário de Saúde Waldson de Souza e R$ 50 mil a Márcia Lucena, hoje prefeita do município de Conde.

O advogado disse ainda que há a possibilidade de se recorrer da decisão das multas aplicadas. “Nós vamos analisar o acórdão e pensamos em recorrer sim”, admitiu o advogado.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube