Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Chanceler da Unifacisa destaca geração de empregos e pesquisas científicas no Help

Da Redação com Ascom. Publicado em 20 de julho de 2019 às 13:02.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Com o que há de mais moderno em tecnologia hospitalar, priorizando o atendimento humanitário e com atenção especial voltada para a pesquisa científica visando o desenvolvimento do ensino médico, o Hospital de Ensino e Laboratórios de Pesquisa, o Help, teve seu projeto apresentado oficialmente na última quinta-feira (18).

O evento de apresentação, realizado no Teatro Facisa, contou com a presença de autoridades políticas e da saúde. Chanceler da Unifacisa, instituição responsável pelo projeto, Dalton Gadelha destacou a empregabilidade que o empreendimento já gerou – cerca de 500 vagas foram criadas na fase de obras e mais 1000 estão previstas após a inauguração, que deve acontecer em janeiro de 2020. Além disso, o empresário também ressaltou a importância que o Help terá no campo da pesquisa científica.

“É uma proposta única no Brasil, não conhecemos nada parecido, pois o Help já nasce com a intenção de produzir no mesmo ambiente o atendimento médico e a pesquisa científica, aliada à inteligência artificial, cirurgia robótica e aparato científico tecnológico de primeira linha. Queremos um hospital que resolva os problemas da sociedade tão necessitada, mas que também abrigue a pesquisa e que atraia para dentro do Help instituições do Brasil e de fora do País para desenvolver fármacos e fazer pesquisas em nossos laboratórios”, afirmou Dalton.

Sobre a geração de empregos, o chanceler da Unifacisa falou sobre o processo de seleção dos profissionais da saúde e de outras áreas que irão compor o quadro de funcionários do Help.

“A seleção ainda será divulgada, pois estamos na fase de elaboração do plano de negócios e atividades. A partir de outubro ou novembro vamos começar a divulgar para Campina Grande como será o critério de aproveitamento desses colaboradores para o Help e também para as empresas que nele vão se instalar. Com toda a estrutura funcionando e a vinda de empresas de biotecnologia, insumos e produtos farmacêuticos, teremos um aumento muito grande no número de empregos”.

Foto: Ascom

Dalton também frisou a revolução que o Help pretende realizar na saúde do Nordeste, tornando-se referência no meio hospitalar.

“Fui aconselhado por uma pessoa da área da saúde para que eu me prepare, pois seremos requisitados para abrir franquias em um futuro próximo, já que a proposta é única e emblemática para o ensino médico e atendimento hospitalar. É um verdadeiro reposicionamento de toda a medicina no Estado e no Nordeste”, pontuou.

Com parte do atendimento do Help voltado para o Sistema Único de Saúde (SUS), Dalton reforçou o compromisso da Unifacisa com a saúde pública da Paraíba e pediu que o exemplo seja perpetuado.

“Projetos como o Help aparecem por necessidade e o hospital vem em um momento que a saúde do Brasil passa por uma dificuldade muito grande. É preciso que outras instituições e o governo federal mirem nesse exemplo e incentivem a saúde de nossa população dessa forma. Queremos o engajamento de toda a população nesse projeto, pois é um bem social de alcance extraordinário”, concluiu o chanceler.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube