Fechar

logo

Fechar

Presidente do PT na Paraíba pede anulação dos processos contra Lula

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 10 de junho de 2019 às 15:04.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O presidente da executiva estadual do PT na Paraíba, Jackson Macedo, que sempre se manifestou contrário à prisão do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, por achar que houve arbitrariedade da Justiça, voltou a pedir a anulação dos processos, após o vazamento de mensagens trocadas entre o atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o procurador da República, Delton Dallagnol, sobre possíveis influências na Operação Lava Jato.

Para o presidente petista esse é o maior escândalo da história da justiça brasileira e que caiu como um ‘bum’ dentro da Operação Lava Jato.

“Foi montado uma organização criminosa, uma gang, uma quadrilha dentro do Ministério Público Federal de Curitiba tento o Juiz Sérgio Moro como principal mentor dessa quadrilha”, disse.

Apesar das críticas, o petista salientou que o Ministério Público Federal é um órgão honrado que tem uma história limpa no país, “mas que infelizmente, a partir de Curitiba, foi montada uma organização criminosa para criminalizar o PT, perseguir o PT, para prender o presidente Lula e tirá-lo das eleições, porque sabiam que o ex-presidente venceria o pleito”, destacou.

Macedo disse que há cinco anos que vem denunciando que a Operação Lava Jato é um engodo para o país. Para ele seria mais honroso para a Justiça que os processos contra Lula fossem anulados, porque “o que ocorreu foi tão somente uma perseguição contra o ex-presidente, que foi preso sem provas e que o intuito era somente atrapalhar a sua eleição”.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube