Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Lula: “O País pariu essa coisa chamada Bolsonaro”

Da Redação. Publicado em 18 de junho de 2019 às 17:37.

 

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Na mais recente entrevista dada pelo ex-presidente Lula – aos jornalistas José Trajano e Juca Kfouri -, ele tratou dos vazamentos envolvendo o ex-juiz Sérgio Moro.

Confira trechos de suas declarações.

“Eu, sinceramente…aquela facada (em Bolsonaro) tem uma coisa muito estranha, uma facada que não aparece sangue, que o cara é protegido pelos seguranças do Bolsonaro.

“Alguém que se sentiu traído pelo PT não poderia ter votado no Bolsonaro. Se o cara se sentiu traído, poderia ter votado em coisa melhor, o (Guilherme) Boulos (PSOL) foi candidato, o Ciro (Gomes, PDT), embora não mereça porque é muito grosseiro, foi candidato.

“A sociedade, com medo, se aproximou do ´monstro para pegar proteção´ e elegeu o pior dos coronéis.
(parafraseando o escritor moçambicano Mia Couto).

“Ele (Bolsonaro) conseguiu se vender para a sociedade enraivecida como antissistema. E a tendência é não dar certo.

“Para rever e refazer coisas que eu não tinha consciência de que era preciso fazer.

“Esse país não pode ter os meios dominados por nove famílias. É preciso regular. A última regulação é de 1962, quando não se tinha nem telefone celular.

(sobre o ex-juiz Sérgio Moro) “Estou ficando feliz com o fato de que o país finalmente vai conhecer a verdade.

“Ele (Deltan Dallagnol) deveria ter sido preso.

“O País pariu essa coisa chamada Bolsonaro”.

Ainda Lula: “Pode pegar a turma da força-tarefa, o Moro, enfiar num liquidificador, e quando for tomar o suco, não dá a honestidade do Lula”.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube