Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Deputados estaduais opinam sobre vazamento de conversa do ministro Sérgio Moro

Da Redação*. Publicado em 12 de junho de 2019 às 8:13.

Os deputados da bancada estadual paraibana voltaram às atividades nesta terça-feira, 11, e durante a sessão na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deram suas opiniões sobre o vazamento da conversa entre o ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, e o procurador da República Deltan Dallagnol.

Foto: Paraibaonline

O deputado socialista Jeová Campos (PSB) pediu pela prisão do ministro e do procurador e afirmou que os dois não devem estar ocupando os cargos que estão, pois não se pode admitir uma atitude antidemocrática como a deles.

– Os crimes praticados por esse conluio para ferir o estado democrático de direito, ferindo princípios fundamentais da Carta Magna, de se fazer um processo encomendado para tirar um concorrente de uma eleição presidencial e ganhar algo a partir disso, é incabível – explicou.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Já o deputado estadual Wallber Virgolino (Patriota) divergiu da opinião de Jeová Campos. Segundo ele, o Partido dos Trabalhadores tem ligação com a denúncia realizada a partir da divulgação das conversas.

– A gente sabe que o PT cria tudo para transformar marginal em homem de bem. Eles não têm argumento jurídico para fazer isso. O que a gente vê no ‘hackeamento’ das conversas de Moro e  Dallagnol é que foi um crime e um atentado à soberania brasileira – disse.

Ainda segundo Wallber, as conversas entre as autoridades do atual governo não têm nada comprometedor e que precise de tamanha repercussão.

*As informações foram veiculadas na rádio Arapuan

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube