Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Universidades e Instituto federal na PB já sofreram cortes acima dos 30%

Da Redação. Publicado em 4 de maio de 2019 às 22:19.

Foto: Reprodução/ TV Cabo Branco

Foto: Reprodução/ TV Cabo Branco

A Universidade Federal da Paraíba, a Universidade Federal de Campina Grande e o Instituto Federal da Paraíba, já começam a sentir o corte nas verbas de custeio, por parte do Ministério da Educação. Em todos estes, os cortes são acima dos 30% anunciados.

Na UFPB, já foram descontados R$ 44 milhões, o que supera o percentual anunciado. Segundo a Reitora da instituição, Margareth Diniz, a universidade vai ter um déficit de recursos para pagar despesas básicas e os valores garantidos são suficientes penas até o mês de outubro.

A Universidade Federal de Campina Grande, também já sofreu com a decisão e já foram retidos R$ 27 milhões da instituição. Juntando com o corte que ocorreu em janeiro, a UFCG já tem um déficit de R$ 29 milhões.

O Instituto Federal da Paraíba também amarga com a decisão e os cortes nesse, pode chegar a 40% no orçamento de custeio. Esse número representa R$ 20 milhões.

A pró-reitora de finanças do IFPB não descarta que os projetos de pesquisas e alguns cursos sejam prejudicados.

*Com informações da TV Cabo Branco

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube