Fechar

logo

Fechar

Procon atua na fiscalização dos engarrafadores de água em Campina Grande

Da Redação. Publicado em 15 de maio de 2019 às 19:06.

Foto: Paraibaonline

Em entrevista nesta quarta-feira, 15, o coordenador do Procon de Campina Grande, Rivaldo Rodrigues, falou sobre a venda de água mineral adulterada que tem acontecido na cidade e afirmou que sobre a adulteração do produto não é dever do Procon fiscalizar.

De acordo com o entrevistado, o Procon não possui o conhecimento técnico para fiscalizar a qualidade da água, mas acrescentou que o Procon tem agido no controle das datas de validade, principalmente nos garrafões de 20 litros

– O que nós verificamos, inclusive com autuações, é a questão daquelas empresas que insistem em não receber os garrafões de água, principalmente os de 20 litros,que vem marcado a data de validade, eles não receberem quando falta menos de seis meses.Isso é absolutamente ilegal, uma irregularidade. A validade do garrafão ela tem que ser considerada até o último dia que está grafado – afirmou.

O entrevistado ainda acrescentou que devido ao aumento na quantidade de denúncias destes casos, é estudada a possibilidade de entrar com uma ação civil pública contra os engarrafadores que não respeitarem esse prazo e se recusarem a receber os recipientes.

– O que não pode é a empresa punir o consumidor, por conta de uma situação puramente técnica da empresa – enfatizou.

As informações são da Rádio Caturité FM*

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube