Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Presidente da Famup sobre projeto de unificação das eleições: “Uma adesão de 100%”

Da Redação. Publicado em 24 de maio de 2019 às 17:21.

Foto: ascom

Foto: Ascom

Em entrevista realizada nesta sexta-feira, 24, durante o evento que debate a unificação das eleições, o presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), George Coelho, afirmou que o Brasil não tem como arcar com os custos dos pleitos, ainda mais tratando-se de períodos eleitorais com intervalo de dois anos.

George afirmou que várias federações do país têm promovido reuniões com parlamentares e prefeitos para análise e discussão sobre a PEC (emenda constitucional) 56/2019.

Além disso, ainda acrescentou que o excesso de eleições prejudica não só os cofres públicos, mas também as gestões municipais e estaduais.

– Eleição, eu acho que seria de quatro em quatro anos, para todos. Sem custo. Porque a nação não aguenta mais essa questão de estar tendo eleição a cada dois anos. Prejudicando não só o município, mas também o governo estadual, e o governo federal, porque para tudo. Para uma licitação, para um convênio, para um recurso – enfatizou.

O presidente ainda ressaltou que com a unificação das eleições, que resulta na ampliação dos mandatos atuais de quatro para seis anos, os prefeitos ainda teriam mais tempo e possibilidades de trazer recursos para as cidades, e ainda acrescentou que a adesão dos gestores paraibanos têm sido maciça.

– Nós temos uma adesão de 100% dos prefeitos. Isso é uma questão nacional, e uma questão do Estado, mas você sabe da condição de quem vive no município. De quem está lá fazendo a luta e isso é muito importante – afirmou.

*As informações são da Rádio Caturité FM

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube