Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Prefeito afirma que topa ser candidato, caso eleição seja anulada na Paraíba

Da Redação*. Publicado em 22 de maio de 2019 às 12:26.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, afirmou que toparia o desafio de ser candidato a governador, caso houvesse uma nova eleição em nível estadual em decorrência dos desdobramentos da Operação Calvário.

A Operação Calvário investiga desvio de recursos em organizações sociais que administram os hospitais da Paraíba e algumas áreas da Educação na gestão do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e constatou o envolvimento de ex-secretários do Estado, como Livânia Farias, presa e solta após uma possível delação que converteu a sentença em medidas cautelares.

Os recursos, de acordo com os dados da operação, teriam sido usados nas eleições do ano passado, que elegeu o atual governador João Azevêdo (PSB), tese esta que a oposição tem debatido e pedido novas eleições.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Conforme Romero, esse seria um desafio que ele toparia para servir ao Estado e a Campina Grande, pois a cidade é merecedora de parcerias e poderia vencer muitas dificuldades.

– Eu não quero incriminar quem quer que seja, não sou juiz, não sou promotor, nem desembargador. Se forem verídicos os fatos, onde foi apreendida uma caixa com R$ 900 mil no Rio de Janeiro e o cidadão que foi preso [ex-assessor do Estado], que em delação premiada citou alguns empresários e os empresários, todos sabem, procuraram o Ministério Público e confirmaram que aquele recurso era para antecipar pagamento de custo de campanha. Então a campanha está toda contaminada com dinheiro de improbidade, com dinheiro de desvio, inclusive da Cruz Vermelha – explanou.

Romero frisou que todo o caso precisa ser passado a limpo e que os fatos têm força para eliminar a eleição, elogiando o trabalho do Gaeco e do Ministério Público.

*Informações da Rádio Correio FM

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube