Fechar

logo

Fechar

Para se afastar da Lava Jato, construtora Odebrecht muda de nome

Da Redação. Publicado em 2 de maio de 2019 às 19:03.

Foto: Agência Brasil

RAQUEL LANDIM

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Em um esforço para desvincular sua imagem da Operação Lava Jato, a construtora Odebrecht mudou seu nome e sua marca para OEC. O sobrenome da família continua no logo da empresa, porém de forma mais discreta.

As letras remetem a Odebrecht Engenharia e Construção, denominação que era utilizada apenas internamente. As cores da marca também mudaram e, ao invés do vermelho que caracterizava o conglomerado, agora o destaque é para verde, azul e cinza.

A construtora é a última empresa do grupo a alterar seu nome para se distanciar do escândalo. Antes da OEC, já haviam feito o mesmo movimento a Atvos (antiga Odebrecht Agroindustrial), a Ocyan (ex-Odebrecht Óleo e Gás) e a OR (antiga Odebrecht Realizações Imobiliárias).

Apenas a petroquímica Braskem, que já não carregava o sobrenome familiar por causa da sociedade com a Petrobras, manteve o nome. Todavia a marca também mudou abandonando a cor vermelha e a tipografia anterior.

O movimento anunciado nesta quinta-feira (2) à imprensa pela agora OEC, que também será comunicado ao público por meio de uma campanha de marketing, é considerado lento pelos analistas do mercado.

Desde a prisão do então CEO e herdeiro do grupo, Marcelo Odebrecht, sob suspeita de ter pago propina a políticos, em maio de 2015, a empresa vem demorando a reagir. O próprio Odebrecht só confessou seus crimes quando fechou uma delação premiada após passar meses preso.

Envolvida em uma crise de reputação, a construtora enfrentou uma brutal redução de receita e do portfolio de novas obras e acabou forçada a renegociar os títulos de dívida emitidos no exterior, que chegam a US$ 3 bilhões (R$ 11,8 bilhões). A discussão com os credores ainda está em curso.

A mudança do nome do braço de construção da Odebrecht já vinha em discussão há bastante tempo dentro do grupo, mas enfrenta resistências. Ao mesmo tempo em que precisava virar a página, a construtora não queria perder os atributos de excelência em engenharia que eram relacionados ao seu nome antes da crise. A empresa completa 75 anos em 2019.

De acordo com comunicado divulgado pela OEC, o objetivo da companhia é apresentar à sociedade as mudanças de governança que foram feitas e convencer os clientes que más práticas não serão repetidas.

“Foi uma caminhada intensa que nos permitiu iniciar um processo de reconstrução de confiança e cujos resultados estão aparecendo na forma da conquista de novos projetos desde o ano passado”, disse, em nota, Fábio Januário, presidente da OEC.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube