Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Mais uma UPA na Paraíba sofre interdição ética do CRM-PB

Da Redação. Publicado em 15 de maio de 2019 às 19:39.

O médico João Alberto, diretor de fiscalização do Conselho Regional de Medicina (CRM), falou em entrevista para a Rádio Correio FM, sobre a questão da interdição da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Bayeux, na região Metropolitana de João Pessoa.

Ele explicou que  o Conselho foi solicitado para apurar informações de uma denúncia sobre agressões ocorridas no hospital. Ao chegar no local, o CRM identificou que uma discussão verbal havia ocorrido e que não teria necessidade de tomar partido em cima do assunto.

Aproveitando a oportunidade de ter ido lá, fizeram uma fiscalização em cima do relatório passado e foi encontrada uma situação muito perigosa para o atendimento.

– Uma área vermelha tinha cinco leitos e nesses leitos havia apenas um monitor, apenas um oxímetro de pulso, apenas um aparelho de pressão arterial, a escala médica estava incompleta, faltava roupa de cama, os exames eram realizados no hospital vizinho que levava mais ou menos quatro horas para estarem prontos, não tinha radiologia. Enfim, eram tantas distorções que para a segurança da população movemos uma interdição ética – explicou.

Ele também informou que o Hospital do Bem, no Sertão da Paraíba, também corre risco de ser interditado.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube