Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Luan Santana grava novo DVD durante megashow em Salvador

Folhapress. Publicado em 21 de maio de 2019 às 10:56.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

FERNANDA PEREIRA NEVES
SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) – O cantor Luan Santana, 28, gravou seu sexto DVD durante um megashow em Salvador no último domingo (19). Três anos após seu último trabalho, o músico classifica o atual projeto como o mais ambicioso em 11 anos de carreira, tendo um palco de cem metros de extensão e um público de mais de 20 mil pessoas.

Intitulado “Viva”, o novo trabalho tem 17 músicas, sendo 12 inéditas, e marca a volta de Luan às grandes plateias. Pelo menos no que diz respeito a DVDs, o músico vem de dois lançamentos mais intimistas, o acústico (2015), que reuniu de 2.000 a 3.000 pessoas, e o “1977” (2016), gravado sem público.

“Foi um ano para criar todo o projeto. A ideia inicial era fazer um show menor, no Parque Lage, no Rio, para cerca de 300 pessoas. Mas Luan achou que precisava de mais público, o que levou a adaptações até a ideia final: uma apresentação desse tamanho em Salvador”, conta a produtora musical, Ludmila Machado.

O cantor diz que não foi um processo fácil: “Teve dificuldade em relação a cenário, pessoas, repertório. Teve uns dois momentos em que pensei: ‘vou ter que largar isso’. Fiquei triste, parecia que tinha acabado meu mundo”, conta ele, que na madrugada anterior ao show ainda fazia ajustes na setlist montada.

No final, Luan fez um show emocionante e emocionado, em que lembrou sucessos de sua carreira e apresentou novas canções -todas compostas por ele, sozinho ou com amigos. O palco, no entanto, foi só do sertanejo, fugindo da tendência de parcerias. Segundo Luan, um momento apenas dele com seus fãs.

“Foi um projeto de muita identidade, a minha identidade no palco, no repertório”, explica ele, que também não quis arriscar com compositores novos. “Acho importante o repertório ter uma cara, com uma música completando a outra. Não queria pegar uma de cá outra de lá e fazer uma salada de fruta”, completa.

Com tudo pronto, Luan diz que precisou segurar o choro ao subir ao palco. “Eu engasguei, cara, falei ‘não vai sair’. Segurei o choro. Só eu sei o que eu passei nesse tempo todo, em todos os sentidos. Teve a pressão interna e eu batia na minha cabeça e falava: ‘preciso terminar isso da melhor maneira possível'”, revelou.

“Mas aí, quando saí daquele elevador, abri o olho e vi todo mundo, foi uma carga emocional forte de uma vez”, continua o músico. “Não sei dizer, mas é uma explosão que acontece dentro de você, que aconteceu naquela hora. Mas, pelo menos, consegui terminar a música”, completa Luan, que abriu o show com “Vingança”.

CYBER PUNK
Apesar de o amor continuar sendo a temática das músicas de Luan, o artista decidiu fazer, nesse novo trabalho, uma espécie de alerta ao fim das interações pessoais por conta da presença cada vez mais forte da tecnologia. “A gente ainda não sabe lidar com isso, dosar as coisas”, afirma o cantor.

“Eu sou um nerd, fã de ‘Harry Potter’, ‘Senhor dos Anéis’, sou viciado em filmes. Aí lembrei da temática cyber punk, que foi criada nos anos 1970, e fala do avanço desenfreado da tecnologia. As pessoas estão cada vez mais frias, mais distantes umas das outras. A tecnologia está em alta, o amor em queda”, afirma.

Sob essa visão, Luan afirma que resolveu montar um palco nesse mundo tecnológico, de máquina, frio e coloca nele os valores humanos, através de suas músicas. “Fazer o caminho contrário dos filmes que tratam dessa temática, como ‘Blade Runner’. Deixar o amor em evidência em um ambiente todo desolado.”

No fim, o palco trouxe estruturas de metal que remetiam a um animal gigante e a uma flor, além de referências à tecnologia oriental. A surpresa ficou para a movimentação de uma plataforma, que deixou Luan sobre parte do público. Todo o cenário deverá ser adaptado para a turnê do novo trabalho.

‘FECHEI A BOCA’
Apesar das músicas e da grande estrutura montada para o show, Luan ainda conseguiu surpreender as fãs no final da apresentação ao ficar sem camisa no palco. “A Joana [Mazzucchelli, produtora] falou ‘tira a camisa’. Pensei: ‘nada a ver tirar a camisa, não combino com isso não. Mas aí, no meio, falei: ‘foda-se!'”, afirmou o cantor.

Segundo Luan, a preparação para o show deste domingo incluiu uma dieta para perder 8 kg. Para isso, ele precisou mudar os hábitos alimentares e reforçar a malhação:  “Eu tava gordo… Mas fui na academia e fechei a boca. Tudo pra estar massa hoje, para que a roupa vestisse legal”, contou ele após a apresentação.

Mas essa não foi a única mudança no visual. Luan também exibiu novas tatuagens no braço direito. Segundo ele, as anteriores ficavam em lugares difíceis de ver e agora ele queria deixá-las mais expostas. Assim, fez uma referência a “Harry Potter”, uma borboleta e um sequência de três números sete -“número da perfeição”, explicou ele.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube