Fechar

logo

Fechar

Presidente do PT-PB afirma não ter nenhum sentido manter a prisão de Lula

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 8 de abril de 2019 às 20:39.

Foto: Paraibaonline

O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva completou nesse domingo, 7 de abril, um ano de reclusão na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Para o presidente estadual do PT na Paraíba, Jackson Macedo, a prisão do líder maior do partido ainda não faz nenhum sentido sob o ponto de vista jurídico.

Ele avalia novamente o caso após um ano, como um fator político, pois Lula poderia esperando ,tranquilamente, pelo julgamento, como tantos outros, em casa, que estão aguardando em liberdade já realizado em terceira instância, a exemplo do José Dirceu.

“Eu, particularmente, sou contra prisões em segunda instância. Sou favorável em alguns casos relacionados a crimes hediondos, crimes sexuais, violência, coisas graves. No caso do presidente Lula, não faz nenhum sentido a prisão dele. O Temer foi preso e nem passou uma semana, Foi preso sem julgamento, mas Lula foi preso sob condução coercitiva sem necessidade pelo juiz Sérgio Moro”, explicou.

Para Macedo, foi arbitrário o que fizeram com o ex-presidente e é absolutamente grave o fato de Sérgio Moro de ter sido nomeado para ministro de Jair Bolsonaro do ponto de vista político quanto jurídico. “Ele não poderia chegar a um nível de exposição dessa, mas isso é outro debate”, disse.

Com relação ao novo julgamento sobre prisão em segunda instância, Macedo avalia que o presidente do SupremoTribunal Federal , Dias Toffoli vai esperar o julgamento do Superior Tribunal de Justiça, que vai julgar o mérito do caso de Lula em terceira instância e com certeza deve manter a condenação do ex-presidente tirando a pressão do STF de julgar as questões em segunda instância.

“Nós entendemos que a prisão é política e não faz sentido. Ele foi preso durante o processo eleitoral para tirá-lo da disputa eleitoral porque ele tinha 40% das intenções de votos quando foi preso. Lula venceria as eleições no primeiro turno porque do ponto de vista jurídico não faz sentido”, avaliou.

Na esperança ainda de reverter a situação, o petista opina que tem que haver muita pressão popular, muitos debates nas ruas para conseguir a liberdade de Lula. “Ele é a nossa maior liderança política e ele poderia ainda estar nos debates do dia a dia, visitando os estados e por isso temos um prejuízo grande nas questões internas do partido, mas Haddad tem tomado esse papel e já retomou as caravanas e vai rodar todo o país. Ele vai cumprir esse papel, mas Lula tem acompanhado todas as decisões o PT”, revelou.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube