Fechar

logo

Fechar

HUAC recebe recursos federais para investimentos em custeio e equipamentos

Da Redação com Ascom. Publicado em 8 de abril de 2019 às 11:38.

O Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC-UFCG), da Universidade Federal de Campina Grande e vinculado à Rede Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), foi beneficiado com um reforço financeiro para manutenção das atividades diárias e investimentos na aquisição de equipamentos.

Já previstos no orçamento de 2019, os recursos são oriundos do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que é administrado pela Ebserh, e foram liberados há poucos dias, conforme portaria do Ministério da Educação publicada no Diário Oficial da União (DOU), edição de 4 de abril.

Em todo o País, os hospitais universitários federais irão receber um aporte de R$ 102,5 milhões, sendo R$ 79,5 milhões para o custeio de materiais de uso diário das unidades e R$ 22,9 milhões para investimentos em reformas, obras e aquisição de equipamentos.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Segundo o superintendente do HUAC, Homero Rodrigues, a instituição terá direito a R$ 1.378.201,86 para custeio. Além disso, também receberá R$ 397.261,82 para investimentos. “Essa verba é descentralizada depois da aprovação dos planos de trabalho apresentados pelo HUAC-UFCG. Os planos de trabalho já foram enviados e estão sob análise”, explicou o gestor.

Ele ressaltou que a verba do Rehuf tem sido extremamente importante para a manutenção do Hospital Universitário. “Especificamente com relação à vertente capital, isso tem permitido renovar o parque tecnológico do hospital que se encontrava há bastante tempo em processo de sucateamento. Então, esses recursos vêm ao encontro de novas tecnologias, novos equipamentos, para uma melhor assistência aos pacientes que nos procuram”, afirmou.

O HUAC-UFCG atende à população de Campina Grande e mais 176 municípios paraibanos pactuados com a prefeitura campinense. Em média, o hospital registra 15 mil atendimentos mensais, entre consultas, exames e procedimentos.

Com os R$ 397.261,82 liberados para investimentos, o HUAC vai adquirir catracas de acesso ao hospital, instrumentais cirúrgicos para a área de Neurocirurgia e um elevador para transporte de pessoas e macas, interligando o subsolo do hospital ao pavimento térreo.

“Atualmente, os dois ambientes são comunicados por uma rampa que já tem 70 anos e está, do ponto de vista ergonômico, inadequado, conforme laudos do Ministério Público do Trabalho e Corpo de Bombeiros. Então se faz necessário, urgentemente, essa interligação por um elevador”, ressaltou o superintendente.

Atualmente, os recursos do Rehuf têm um impacto forte na manutenção do HUAC, representando 50% do orçamento. O incremento financeiro proporcionado pelo programa federal ganha ainda mais destaque na medida em que a contratualização do Hospital Universitário Alcides Carneiro com a Prefeitura de Campina Grande (PMCG) está defasada, datando de 2006. A PMCG é o órgão gestor do Sistema Único de Saúde (SUS) no âmbito municipal.

“Desde o ano passado, em meados do mês de outubro de 2018, nós encaminhamos para o gestor municipal um novo plano operativo no sentido de compatibilizar os recursos orçamentários provenientes da Prefeitura de Campina Grande com o volume de serviços que hoje oferecemos, porque esse valor hoje está muito defasado”, declarou Homero Rodrigues.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube