Fechar

logo

Fechar

Dom Dulcênio: “No Sacramento vocês são pais, porque o povo os chama de Padres”

Da Redação com Ascom. Publicado em 18 de abril de 2019 às 18:12.

Foto: ascom

Foto: ascom

Ocorrida na manhã desta Quinta-Feira Santa (18), a Missa Crismal, também conhecida como Missa da Unidade ou Missa dos Santos Óleos, reuniu o clero diocesano e religioso na Catedral Diocesana de Campina Grande. A Celebração Eucarística presidida por Dom Dulcênio Fontes de Matos, foi marcada pela renovação dos votos sacerdotais.

Enfático, direto e preciso em suas palavras, Dom Dulcênio dirigiu-se ao seu presbitério, saudando-os como filhos, e colocando-se também como irmão na condição do múnus sacerdotal. Ele falou sobre a unidade, fraternidade e manifestou o seu desejo de pastor.

“Desejo, como irmão mais velho – Como pai, na verdade – ver o Clero de Campina Grande unido, coeso, como se espera de uma bela família, onde nossos sentimentos sejam centrados Naquele que é o Alfa e Ômega, tal como o Senhor se apresenta em Apocalipse”, disse Dom Dulcênio.

O pastor da Igreja Particular de Campina Grande, ao tratar da missão do padre, enalteceu o sacerdócio e insistiu na obediência e na paternidade. “Vocês participam do meu ministério cooperando comigo; pelo Sacramento da Ordem, são pais, porque o povo de Deus os chama de Padres”, destacou o bispo.

Por fim ainda refletiu sobre a vida fraterna e a comunhão eclesial a partir do Salmo 123, exortando-os cada presbítero presente na solenidade “Oh, como é bom, como é agradável para irmãos unidos viverem juntos. Sejamos irmãos, Eis a nossa obrigação!”.

Foto: ascom

Foto: ascom

Os Santos Óleos

Os óleos abençoados pelo bispo tratam-se do óleo dos catecúmenos e o óleo dos enfermos; o óleo do Santo Crisma é consagrado. Após a celebração os padres levam às suas comunidades a porção para que sejam usando-os nos ritos sacramentais durante todo o ano.

Óleo do Crisma – Uma mistura de óleo e bálsamo, significando plenitude do Espírito Santo, revelando que o cristão deve irradiar “o bom perfume de Cristo”. É usado no sacramento da Confirmação (Crisma) quando o cristão é confirmado na graça e no dom do Espírito Santo, para viver como adulto na fé. Este óleo é usado também no sacramento do sacerdócio, para ungir os “escolhidos” que irão trabalhar no anúncio da Palavra de Deus, conduzindo o povo e santificando-o no ministério dos sacramentos. A cor que representa esse óleo é o branco ouro.

Óleo dos Catecúmenos – Catecúmenos são os que se preparam para receber o Batismo, sejam adultos ou crianças, antes do rito da água. Este óleo significa a libertação do mal, a força de Deus que penetra no catecúmeno, o liberta e prepara para o nascimento pela água e pelo Espírito. Sua cor é vermelha.

Óleo dos Enfermos – É usado no sacramento dos enfermos. Este óleo significa a força do Espírito de Deus para a provação da doença, para o fortalecimento da pessoa para enfrentar a dor e, inclusive a morte, se for vontade de Deus. Sua cor é roxa.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube