Quantcast

Fechar

logo

Fechar

SMS oferta exames e tratamento para tuberculose nas Unidades de Saúde da Família

Da Redação com Secom/JP. Publicado em 31 de março de 2019 às 10:31.

Detectar precocemente doenças é uma das formas de melhor combater o problema e conseguir a cura. Para isso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) oferta aos seus usuários testes rápidos para as mais variadas doenças, uma delas é a tuberculose, uma infecção derivada da bactéria Mycobacterium tuberculosis ou Bacilo de Koch, que afeta principalmente os pulmões, mas que pode acometer outros órgãos, como rins, ossos e meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro.

Qualquer pessoa que tiver tosse por mais de três semanas deve procurar a Unidade de Saúde da Família (USF) de referência para consulta médica e solicitação dos exames para diagnóstico da doença, que pode ser através de baciloscopia de escarro, teste rápido molecular para TB. O resultado sai em 24h e, caso o diagnóstico seja positivo, o tratamento é feito na própria USF onde o usuário será acompanhado até o final.

“A tuberculose é uma doença infectocontagiosa transmitida pelas vias aéreas superiores e que se não for diagnóstica e tratada pode levar o doente a complicações e até mesmo à morte. Além disso, o tratamento da tuberculose só é feito na rede pública de saúde”, alerta a coordenadora da área técnica de Tuberculose e Hanseníase da SMS, Eveline Vilar.

Ela reforça também que o tratamento da tuberculose tem a duração de seis meses e durante esse tempo é importante tomar corretamente os medicamentos receitados pelo médico, comparecer ao serviço de saúde para acompanhamento mensal e realizar o exame de escarro mensalmente. Na rede pública de saúde, além das USFs, o usuário também pode fazer o diagnóstico e tratamento no Hospital Clementino Fraga.

Foto: Secom/JP

Foto: Secom/JP

Sintomas – Os principais sintomas da doença são tosse seca ou com secreção por mais de três semanas, perda acentuada de peso, febre no final da tarde, sudorese noturna, cansaço excessivo, fraqueza, palidez, rouquidão e falta de apetite.

Os casos mais graves de tuberculose apresentam sintomas como: dificuldade na respiração, eliminação de grande quantidade de sangue, colapso do pulmão e acúmulo de pus na pleura (membrana que reveste o pulmão).

Transmissão e Prevenção – A transmissão acontece de forma direta, ou seja, de pessoa para pessoa. Um indivíduo com tuberculose expele ao falar, espirrar ou tossir pequenas gotas de saliva que contêm o agente infeccioso e podem ser aspiradas por outra pessoa contaminando-a. O estabelecimento da tuberculose é favorecido por fatores que geram baixa resistência orgânica, como uma má alimentação e o consumo de cigarro e bebidas alcoólicas.

O risco de transmissão é maior entre pessoas que vivem em ambientes fechados, mal ventilados e sem iluminação solar, sendo importante procurar sempre ambientes arejados. Uma das formas de prevenção da tuberculose é a vacina BCG, que previne contra as formas mais graves da doença. A tuberculose não se transmite por objetos compartilhados.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube