Fechar

logo

Fechar

Governador sobre acusação a secretária: “Não se faz condenação por antecipação”

Da Redação*. Publicado em 15 de março de 2019 às 10:35.

O governador João Azevêdo (PSB) afirmou que existe um grande equívoco e uma “exploração política” dentro da Operação Calvário, que está investigando o contrato do Estado com a OS Cruz Vermelha. Ele declarou que o que está sendo apurado pelo Ministério Público é um problema da OS com os seus fornecedores.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

João disse que a secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, não foi indiciada e que não se pode fazer condenação antecipada.

– O que existe na Paraíba é um contrato com a OS e por problema da OS com relação aos seus fornecedores, está sendo objeto de apuração. Não se faz julgamento por antecipação, nem condenação por antecipação. O que acontece hoje na Paraíba é que muitas vezes há uma exploração política evidentemente por conta de alguns setores que não conseguem entender a derrota enorme que tiveram no processo eleitoral do ano passado e ainda insistem em manifestar esse tipo de coisa – disse.

*As informações foram veiculadas na Rádio Caturité FM

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube