Fechar

logo

Fechar

Sob suspeita de fraude, senador paraibano rasga cédulas e anuncia nova votação

Da Redação. Publicado em 2 de fevereiro de 2019 às 16:54.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência - Brasília

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência – Brasília

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Sob suspeita de fraude, a eleição para presidente do Senado será refeita na tarde deste sábado (2), anunciou o presidente da sessão, José Maranhão (MDB-PB).

Apareceram 82 cédulas de votação, mas há apenas 81 senadores, que decidiram refazer todo o processo.

Havia 80 cédulas dentro de envelope, a forma correta, e duas fora. Discutiu-se anular apenas os dois votos, hipótese vencida.

“A atitude mais prudente é fazer nova eleição”, disse o senador José Maranhão (MDB-PB), que preside a sessão por ser o senador mais velho, com 85 anos.

CÉDULAS

A apuração da votação manual para a presidência do Senado chegou a novo impasse, em mais um capítulo da sucessão de confusões que marcou a disputa.

Ao apurar as cédulas depositadas nas urnas, descobriu-se haver 82 cédulas, sendo que só há 81 senadores. Havia 80 cédulas dentro de envelope, a forma correta, e duas fora.

No momento, há grande discussão sobre o que fazer, anular os dois votos ou fazer nova votação manual.

“Manda pro Toffoli decidir”, ironizou um dos senadores.

A senadora Kátia Abreu (PDT-TO) também ironizou a situação e disse em rede social que “levaria a urna” -em referência ao fato de ter pego a pasta da Mesa Diretora na sessão de sexta (1º).

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube