Fechar

logo

Fechar

Tom Cruise anuncia mais dois filmes da série ‘Missão Impossível’

Folhapress. Publicado em 15 de janeiro de 2019 às 12:07.

Foto: Michael Germana/StarMax/FramePhoto/Folhapress

Foto: Michael Germana/StarMax/FramePhoto/Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Depois de saltar de paraquedas, aprender a pilotar um helicóptero e torcer o tornozelo em cena, Tom Cruise, 56, não se cansa. O ator já confirmou que fará mais dois filmes da série “Missão: Impossível”.

Pelas redes sociais, Cruise informa que os longas serão lançados em 2021 e 2022. A informação também foi confirmada pelo cineasta Christopher McQuarrie, que dirigiu “Missão: Impossível – Nação Secreta” (2008) e o mais recente, “Efeito Fallout” (2018).

No último filme, o agente Ethan Hunt (Cruise) recebe a missão de recuperar materiais que seriam usados por uma organização criminosa para fabricar três bombas que podem destruir boa parte do mundo. Hunt aceita a missão e se reúne novamente com Luther Stickell (Ving Rhames) e  Benji Dunn (Simon Pegg) para cumpri-la.

“Efeito Fallout” recupera outros personagens dos filmes anteriores, como Ilsa Faust (Rebecca Fergusson) e Solomon Lane (Sean Harris) e também retoma algumas pontas soltas do quinto filme da franquia, “Missão: Impossível – Nação Secreta” (2015).

Dessa vez, Hunt conta com a ajuda de um novo agente, August Walker, interpretado por Henry Cavill, que já viveu o Super-Homem nas telas. As ruas de Paris e de Londres são o principal cenário de cenas de luta e longas sequências de perseguição impressionantes e aceleradas com carros e motos.

Nas gravações, Cruise assumiu o risco e não usou dublês. Uma das piruetas lhe rendeu uma fratura no tornozelo. Na cena, o ator persegue um vilão do alto de edifícios londrinos: pula de uma janela e salta de um prédio a outro como se estivesse em uma corrida de obstáculos.

Chamada de “Fator Tom”, a decisão do ator de viver ele mesmo cenas radicais é o diferencial da franquia “Missão Impossível” frente a outros filmes de ação, segundo Wade Eastwood, coordenador de dublês do filme. “Ele teria sido um dos melhores dublês do mundo se não fosse ator, com certeza”, disse Eastwood em entrevista à Reuters.

O ator chegou a saltar de paraquedas mais de cem vezes para produzir uma das cenas do novo filme. Ele se tornou o primeiro ator a realizar um salto Halo (de alta atitude com abertura do paraquedas em baixa atitude) a cerca de 7.620 metros de altura.

Em prol do realismo, Cruise, mesmo cinquentão, dá o seu melhor, apesar do exagero das cenas de brigas e dos clichês das cenas irreais de perseguição no novo filme. Em uma delas, seu personagem parece um super-herói quando escala uma corda para pilotar um helicóptero e correr atrás do vilão.

A mesma impressão fica quando ele cai de uma moto em alta velocidade sem capacete, levanta e sai correndo sem nem um arranhão.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube