Quantcast

Fechar

logo

Fechar

PF cumpre mandados em investigação da Lava Jato em contratos da Transpetro

Folhapress. Publicado em 31 de janeiro de 2019 às 8:15.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil [arquivo]

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Polícia Federal cumpre três mandados de prisão temporária e quinze de busca e apreensão nesta quinta-feira (31) em São Paulo.

As ações fazem parte da 59ª fase da Operação da Lava Jato, que investiga o pagamento de propinas entre o Grupo Estre -que engloba Estre Ambiental, Pollydutos e Estaleiro Rio Tietê- e a Transpetro em contratos na área ambiental, reabilitação de dutos e construção naval.

Wilson Quintella Filho, acionista e ex-presidente de empresas do Grupo Estre, um ex-executivo do grupo e o advogado Mauro de Morais estão entre os alvos da ação desta quinta.

O ponto de partida das investigações foram as declarações de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro.

Em acordo de colaboração com o Ministério Público Federal, Machado declarou que ajustou com Wilson Quintella o pagamento de propinas de pelo menos 1% dos contratos firmados entre a estatal e o grupo.

Segundo o Ministério Público de Curitiba, 36 contratos são investigados. Eles somam, entre 2008 e 2017, mais de R$ 682 milhões -há também pagamentos ilícitos superiores a R$ 22 milhões.

As investigações indicam que as propinas foram pagas entre as partes em espécie em operações que envolveram o escritório Mauro de Morais Sociedade de Advogados.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube