Fechar

Fechar

Sindicato Patronal do Comércio de CG avalia acordo do dissídio coletivo

Da Redação. Publicado em 9 de novembro de 2018 às 16:21.

Foto: Paraibaonline

O presidente do Sindicato Patronal do Comércio de Campina Grande, Vanduir Farias, afirmou que o acordo sobre a data-base dos comerciários para o dissídio coletivo foi feito por unanimidade.

Ele destacou que foi garantido o reajuste da data-base de 1° novembro de 2017 a 30 de junho de 2018, e, a partir do dia 1 de julho de 2019 haverá outra discussão para o novo reajuste.

– O grande gargalo dessa negociação foi em relação à Reforma Trabalhista, pois tivemos que adequar a convenção coletiva às novas normas. Não poderíamos ter na convenção algo que impedisse as empresas de funcionar, de dar emprego e gerar renda aos trabalhadores. O que fizemos foi isso, ajustar o que foi mudado na Reforma Trabalhista. Neste governo, apesar das dificuldades, tivemos números positivos de 137 mil empregos. Sem o reajuste da Reforma teríamos muito mais o número de desempregados. A Reforma estancou esse número. Direitos trabalhistas ninguém tira. Nem Reforma, nem Temer, nem Bolsonaro, que foi eleito agora. O direito dos trabalhadores está na Constituição – ponderou.

As declarações repercutiram na Rádio Correio FM, nesta sexta-feira, 9.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube