Fechar

Fechar

Haddad fala na virada da vitória e arrasta multidão no centro de João Pessoa

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 26 de outubro de 2018 às 18:30.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O candidato à presidência da República, Fernando Haddad (PT), participou de uma caminhada pelo centro da cidade de João Pessoa acompanhado de uma multidão de eleitores, que formaram um mar de camisetas vermelhas.

Apesar do sol quente e do forte calor, o eleitor fez questão de prestigiar a presença do candidato na cidade.

Foto: Paraibaonline

O evento político, um dos últimos que antecedem ao pleito de domingo (28), na capital do Estado, contou ainda com a participação do governador Ricardo Coutinho (PSB), do governador eleito João Azevedo (PSB), de dirigentes do Partido dos Trabalhadores e de vários correligionários.

Antes, Haddad concedeu entrevista coletiva a imprensa e voltou a criticar o seu adversário de campanha, Jair Bolsonaro (PSL).

Ao contrário do prega o candidato militar, o petista reafirmou o seu ponto se vista sobre concessão de armas à população.

Foto: Paraibaonline

“Como se armar as pessoas fosse resolver o problema das capitais. Isso não vai acontecer. Nós vamos resolver o problema da segurança dobrando o efetivo da polícia federal e puxando para a União o combate ao crime organizado liberando as polícias militar e civil para fazer o trabalho do dia da segurança pública”, explicou.

Ele disse ainda que vai criar um novo contingente da Polícia Federal e vai assumir o combate do crime organizado no país para que as polícias tenham mais tempo, mas espaços, mais recursos para enfrentar a segurança diária.

“Garanto que a sensação de segurança vai aumentar, mas sem o apoio da União, não há solução. É por isso que a nossa proposta é consistente”, destacou.

Foto: Paraibaonline

Haddad falou ainda que seu adversário desrespeita qualquer regra democrática e que muitos políticos estão com ele porque se viram na obrigação de defender o país e a democracia contra as ameaças despropositadas do candidato Bolsonaro.

“Nós estamos falando de uma pessoa que não tem coragem de ir a um debate, que não tem fibra e o povo nem conhece porque se conhecesse ele não estaria nem no segundo turno”, avaliou.

Sobre a virada de votos em João Pessoa e em Campina Grande, o candidato disse que acredita muito por conta da trajetória do ritmo da mudança.

“Esta caindo muito rapidamente a diferença e mesmo com a intimidação que eles estão promovendo, nós estamos vendo que o povo está nas ruas, inquieta com essa perspectiva medonha de ter uma pessoa desequilibrada e despreparada na Presidência da República. O Brasil nunca viveu tanto risco numa campanha presidencial como agora. Ele não é respeitado por nenhuma pelos colegas de parlamento. Ele próprio é uma fake news”, disse.

Haddad também falou sobre a possibilidade do governador Ricardo Coutinho vir a assumir uma pasta dos ministérios, caso ele seja eleito no domingo.

Para ele, o governador paraibano tem capacidade para ser um presidente da República e não ser só apenas um ministro.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube