Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Especialista comenta política econômica a ser implantada por Jair Bolsonaro

Da Redação*. Publicado em 30 de outubro de 2018 às 9:57.

O economista campinense Arlindo Almeida comentou a política econômica a ser implantada no país, pelo governo Bolsonaro, a partir de 2019. Ele disse que o termo liberalismo, usado por Paulo Guedes, possível ministro da Fazenda do novo presidente, não se pode ser confundido com falta de liberdade.

– O liberalismo prega a propriedade privada, o estado mínimo restrito ao que é indispensável e de responsabilidade dele, onde a economia gira em torno das empesas, porque quem gera emprego são elas e o governo gera despesas. O país mais liberal em termo de economia é a China e ela participa do desenvolvimento de vários países. Essa é uma tendência mundial e o Brasil não tem como sair disso – ressaltou.

Foto: Paraibaonline

Arlindo disse acreditar que o povo brasileiro vai entender e se acostumar rápido com essa nova política, pois a partir dela o país vai gerar emprego e renda.

Para ele, as primeiras ações de Bolsonaro devem ser as discussões dos assuntos mais polêmicos, como a reforma da Previdência, pois “no período de lua de mel” a população vai aceitar com mais facilidade as mudanças.

– O povo brasileiro vai entender as mudanças porque está submetido ao desemprego. Um ano atrás jamais se pensaria que esse movimento de eleger Bolsonaro, que nasceu das entranhas da sociedade e que não foi induzido por partidos, mas o povo quem sinalizou, poderia se concretizar. O Brasil não vai voltar atrás e já sinalizou o caminho que quer seguir – disse.

*As informações são da Rádio Campina FM

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube