Fechar

logo

Fechar

Eleito deputado federal, Frei diz que vai para Brasília, mas não esquecerá as bases

Da Redação. Publicado em 23 de outubro de 2018 às 11:05.

Com mais de 91 mil e 400 votos, o deputado estadual, Frei Anastácio (PT) foi eleito nestas eleições para o cargo de deputado federal e vai entrar na vaga do deputado Luiz Couto (PT) que concorreu ao Senado.

Em entrevista à Rádio Caturité, o frei disse ter sido votado nos 223 municípios da Paraíba, com destaque maior para as cidades de Campina Grande, com 6.719 votos, e em João Pessoa com 17.361.

Anastácio ressaltou que relutou em disputar a vaga, tendo em vista que, para ele, seria mais fácil se reeleger deputado estadual, porém, diante da decisão de Luiz Couto de ir ao Senado, o partido indicou seu nome.

– Eu estava certo de ir para a reeleição de deputado estadual e tinha, modéstia à parte, a garantia de voltar a Assembleia. Em seis semanas, quando houve uma reviravolta, a partir do governador Ricardo Coutinho, quando convidou Luiz Couto para o Senado, o partido me propôs a vaga. Em um primeiro momento eu resisti fortemente porque o tempo era curso e eu não tinha recursos para eleição de deputado federal. Depois que Luiz Couto colocou o nome, eu aceitei muito tranquilo e disse que iria porque sempre gostei de desafios – contou.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O deputado disse ainda que mesmo com pouco tempo de campanha, andou todos os municípios do estado e fez uma campanha saudável.

Ele ressaltou que vai continuar defendendo suas bandeiras no Congresso que estão relacionadas à luta pelos trabalhadores do campo e da cidade, pelos pequenos produtores, na questão da moradia, e junto aos movimentos sociais como os de mulheres, lgbt, negros, quilombolas, juventude, entre outros.

Disse ainda que vai para Brasília trabalhar pela Paraíba e não esquecerá as bases.

-Depois de quatro mandatos de deputado estadual eu preciso ir para lá e tenho consciência disso hoje. Vamos conversar e trazer benefícios para nosso estado e principalmente para os nossos hospitais – garantiu.

Porém, as definições para as ações a serem tomada ao chegar na Câmara vai ficar para depois do dia 28, pois agora o militante está focado na eleição do presidenciável do PT, Fernando Hadad.

– Agora é pedir votos para Hadad. Agora é uma questão de democracia, cidadania, de garantia de direitos para todos os trabalhadores e da população como um todo, não apenas questão partidária, e eleger Fernando Hadad.

*Com informações da Rádio Caturité

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube