Fechar

Fechar

DF e 13 estados definirão governadores só no segundo turno

Da Redação. Publicado em 7 de outubro de 2018 às 23:30.

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

THIAGO AMÂNCIO E JOSÉ MARQUES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A maior parte do país ainda não decidiu quem será seu próximo governador. Ao todo, 13 estados e o Distrito Federal ainda levarão a disputa pelo executivo estadual para o segundo turno, que acontecerá no próximo dia 28 de outubro.

É o mesmo número de segundos turnos que houve em 2014. O sistema de eleições em duas fases foi instituído na Constituição de 1988 e ocorre nas disputas estaduais desde 1990. O recorde foi em 1994, em 18 estados.

Em São Paulo não havia segundo turno desde 2002. Desta vez, João Doria (PSDB) concorrerá ao governo com Márcio França (PSB). O PSDB é o partido que vai disputar mais estados, seis no total: MS, RO, RS, MG e RR, além de SP. O partido, no entanto, não garantiu nenhum em primeiro turno.

Depois, com quatro estados em disputa, vêm PDT e PSB –este já ganhou em três estados e, se vencer em todos os outros quatro, será o partido com mais governadores do país: sete no total.

Houve estados em que novatos surpreenderam e chegaram à segunda fase das eleições ao contrário do que projetavam as pesquisas eleitorais, como Romeu Zema (Novo) em Minas Gerais e Wilson Witzel (PSC) no Rio de Janeiro.

No Pará, até a véspera da eleição a pesquisa Ibope de intenção de voto indicava vitória de Helder Barbalho (MDB) em primeiro turno, com 54% dos votos válidos. O emedebista, no entanto, fechou em 47,8% e ainda vai enfrentar Marcio Miranda (DEM).

A disputa está acirrada em Santa Catarina: Gelson Merísio (PSD) conseguiu 31,12% dos votos válidos e Comandante Moisés (PSL) chegou a 29,72%. Cenário similar ocorre no Amazonas, com Wilson Lima (PSC), que tem 33,9% dos votos válidos, e Amazonino Mendes (PDT), atual governador, com 32,6%

Como o pedetista amazonense, disputam a reeleição no segundo turno Rodrigo Rollemberg (PSB), no DF, Reinaldo Azambuja (PSDB), em MS, e José Ivo Sartori (MDB), além do paulista Márcio França.

Amapá, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Sergipe também chegarão à segunda fase do pleito.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube