Fechar

logo

Fechar

Como está o 2º turno da eleição presidencial; veja as declarações dos partidos

Folhapress. Publicado em 12 de outubro de 2018 às 19:26.

Foto: Montagem/ Reprodução

Foto: Montagem/ Reprodução

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A maior parte dos principais partidos que não participam do segundo turno da eleição presidencial até agora não declarou apoio aos candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), que permanecem na disputa.

Desde a votação, no domingo (7), Bolsonaro, que venceu a primeira etapa com 46%, já obteve declarações de apoio do PTB, que havia apoiado o tucano Geraldo Alckmin, e do PSC, que integrava a chapa de Alvaro Dias, do Podemos. O PSC era a legenda de Bolsonaro até o início deste ano.

No lado petista, as declarações de apoio vieram do PDT, do PSB, do PSOL, do PSTU e do PPL. Há ressalvas, no entanto: o PDT disse que o respaldo é “crítico” e até agora não houve participação na campanha de Ciro Gomes, que ficou em terceiro lugar no primeiro turno e decidiu agora viajar para a Europa.

Além disso, o apoio do PSB não inclui a adesão do governador do partido em São Paulo, Márcio França, que disputa o segundo turno.

O PSTU declarou em mensagem voto “no 13, sem nenhum apoio político” a Haddad.

A Rede, da candidata derrotada Marina Silva, recomenda que os filiados não “destinem nenhum voto” a Bolsonaro, mas “não tem ilusões quanto às práticas condenáveis do PT”.

A lista das siglas que liberaram filiados inclui o PSDB, de Alckmin, o MDB, de Michel Temer e o PR (Partido da República). Em parte desses casos, esse posicionamento reflete circunstâncias das eleições nos estados.

O MDB, por exemplo, fez declaração a favor de Bolsonaro no Rio Grande do Sul, onde o emedebista José Ivo Sartori tenta a reeleição, mas recebe o apoio do PT no Pará, onde disputa o segundo turno com Hélder Barbalho.

O PPS, ao não se posicionar a favor de nenhum dos dois candidatos, afirmou que há na disputa “uma conflagração que alimenta radicalismos políticos”.

Também declararam neutralidade ou liberaram seus filiados o PP, PSD e dois partidos que lançaram presidenciáveis: Novo (de João Amoêdo) e Podemos (de Alvaro Dias).

APOIO DOS PARTIDOS
Bolsonaro (PSL): PTB e PSC
Haddad (PT): PSOL, PPL, PSTU, PDT e PSB
Neutros ou liberaram o voto dos filiados: MDB, PSDB, DEM, PSD, PR, Novo, PP, Podemos e PPS

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube