Fechar

Fechar

Lígia diz que Governo comporta demandas “extras” que seriam municipais

Da Redação. Publicado em 18 de setembro de 2018 às 17:23.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Lígia Feliciano, médica e atual candidata ao cargo de vice-governadora pela chapa de João Azevedob (PSB), declarou em entrevista que o primeiro foco dos cuidados do Governo do Estado é a saúde, tendo 12 (doze) hospitais abertos nos últimos 8 (oito) anos.

Ela mencionou o Hospital de Trauma de Campina Grande como um exemplo de órgão de saúde que tem cumprido o papel e disse que é necessário um entendimento geral de que a atenção básica é de responsabilidade de órgãos municipais e que apenas a atenção emergencial é demandada para o Estado.

Apesar disso, segundo ela, o Governo do Estado tem dado um suporte maior do que sua autonomia compete para poder atender casos que não são de urgência ou emergência mas mesmo assim necessitam de atenção por falta de suporte municipal.

A candidata falou também sobre o Hospital Metropolitano que dispõe todo o atendimento cardiológico através do Governo do Estado além de ter um programa de assistência para crianças cardíacas.

Ela disse que uma ação futura caso João Azevedo assuma o Governo Estadual será colocar em prática ações do Programa ”Amigo do Peito”, que realiza exames preventivos em relação a saúde cardíaca da população, oferecendo diagnósticos e encaminhamento de acompanhamentos para o caso de cardíacos.

Outro projeto mencionado por Lígia foi o “Mãe Paraibana” que auxilia mulheres de baixa renda social que engravidam e precisam de suporte para reforçar condições de saúde, acessibilidade e alimentação para essas mães

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube