Fechar

Fechar

Cássio defende posse de arma para moradores da zona rural e agentes do Estado

Da Redação*. Publicado em 4 de setembro de 2018 às 8:24.

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) foi o primeiro convidado da rodada de entrevistas que acontecem nesta semana na rádio CBN. Ele, que apoia Geraldo Alckmin (PSDB) para a Presidência, optou por não se posicionar quando questionado se apoiaria o candidato Bolsonaro (PSL) em uma eventual vitória, além de pautas como o porte de armas, cotas, impostos etc.

– Eu não vou falar especificamente se esse ou aquele candidato a presidente vencerá as eleições porque eu tenho postura clara na defesa do candidato Geraldo Alckmin. Eu acho que Alckmin é a melhor opção para o Brasil nesse instante, é o mais preparado, é o mais equilibrado, é o mais qualificado e, portanto, vou continuar defendendo a candidatura de Alckmin porque acredito que ele representa a estabilidade e a previsibilidade que o Brasil precisa para sair da crise.  

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Sobre o porte de armas, o senador afirmou que defende a posse para moradores do campo e para agentes do Estado, pessoas fardadas que defendem o Estado e que não podem, atualmente, portar arma.

– Por exemplo, defendi e vou continuar defendendo, o porte de arma para os agentes de trânsito, para os guardas municipais, para os oficiais de justiça, para os agentes penitenciários. Eu tenho um projeto de lei que permitirá que o policial aposentado esteja armado.

Sobre as cotas, o senador afirmou que já criou uma lei (13.409) que modificou o critério de cotas, ampliando para pessoas com deficiência.  

*Com informações da Rádio CBN

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube