Fechar

Fechar

Opositor denuncia sucateamento da frota da PMCG, e situacionista rebate

Da Redação*. Publicado em 31 de agosto de 2018 às 8:48.

O vereador Galego do Leite denunciou, na Tribuna da Câmara Municipal de Campina Grande, que carros da Prefeitura Municipal que fazem o transporte de pacientes para fazer fisioterapia, estaria quebrado há muito tempo e não havia previsão de conserto.

O vereador ressaltou que também foi acionado por um grupo de mães de bebês com microcefalia, que também reclamaram do mesmo assunto, além de que os carros à disposição estariam sem freio e cinto de segurança.

– Várias pessoas disseram que as Kombis que fazem o transporte estão sucateadas há mais de trinta dias. Estamos fazendo um apelo ao prefeito para que busque respostas da Secretaria de Saúde e cheque os transportes. As pessoas estão sendo prejudicadas. Fazemos esse apelo também ao chefe de transportes da prefeitura para que essas pessoas voltem a fazer o tratamento. Mães de bebês com microcefalia estão reclamando da mesma situação e dizem que muitas das Kombis faltam freio e estão em situação precária. Fazemos isso como apelo, e não como crítica, para que se olhe para essas mães nesta situação. Estamos na iminência de uma tragédia acontecer – ressaltou.

Foto: Montagem/ Paraibaonline

Em resposta, o vereador João Dantas, da situação, ressaltou não ter conhecimento dos fatos e que iria, junto com a Comissão de Saúde, fazer uma constatação in loco, para saber se tem realmente veículos na situação informada pelo outro vereador.

Na ocasião, Dantas criticou Galego, que é aliado do governador Ricardo Coutinho, e disse que o vereador poderia pedir ao chefe do Executivo estadual o repasse de verbas destinadas à saúde, para a Prefeitura.

– O governador não tem a menor sensibilidade para a cidade, porque isso amenizaria os custos em saúde. Campina é assoberbada por saúde, porque outros municípios são atendidos aqui e havendo uma parceria com o Estado, essas dificuldades amenizariam. Não passa recursos para próteses e órteses e nem para instituições de nossa cidade, que fazem trabalho não governamental. Temos o Trauma que não atende à demanda e outros – rebateu.

*As informações são da Rádio Campina FM

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube