Fechar

Fechar

MPPB alerta para o cuidado com os idosos nos abrigos

Da Redação. Publicado em 11 de agosto de 2018 às 12:09.

Foto: ascom

Foto: ascom

Manoel Matias da Gama, conhecido como seu Pelé, vai passar mais um dia dos pais sem o contato com a família. O idoso de 100 anos (conforme sua carteira de identidade) perdeu o contato com a família tanto tempo que não sabe precisar. Lembra-se que tem dois filhos vivendo em São Paulo e um sobrinho chamado Geraldo Cândido Coutinho, que diz ser policial e mora em Santa Rita.

Assim como seu Pelé, muitos outros idosos institucionalizados devem passar o dia dos pais sem a visita de filhos ou parentes por terem perdido o contato ou por terem simplesmente sido abandonados nos abrigos.

Aproveitando a proximidade da data, a promotora da Cidadania e Direitos Fundamentais e do Idoso de João Pessoa, Sônia Maria de Paula Maia, alerta para o cuidado que os filhos devem ter com seus pais que estão em instituições de longa permanência para idosos. “A gente vê nos abrigos que os idosos ficam triste porque alguns filhos vão visitar e outros sequer se lembram deles˜, lamenta a promotora.

Nova vida

Seu Pelé é um dos idosos que foram transferidos no final do mês de julho de um abrigo irregular localizado no Bairro dos Estados. Atualmente ele se encontra na instituição Nosso Lar, no bairro do Castelo Branco. Ele lembra que no outro abrigo não era bem tratado, que tentou fugir três vezes e chegou a rezar para o tirarem de lá. “Pedi a Deus pra me tirar de lá e ele atendeu mandando vocês”, diz ele se referindo à promotora e à equipe que fez a transferência. Da nova casa, diz estar gostando bastante. “Estou sendo bem tratado”, afirma.

Falante e de memória prodigiosa, seu Pelé recorda a época em que pegava o bonde no centro de João Pessoa para ir à praia de Tambaú tomar banho de mar, do comício de Getúlio Vargas realizado na Capital paraibana ou quando votou em José Américo de Almeida para governador do Estado. Ele rememora ainda os difíceis tempos da infância no interior e da época em que trabalhava em engenhos.

Seu Pelé conta que jogava e bebia muito, porém abandonou os vícios após uma promessa feita a Nossa Senhora da Penha. “Eu subi de joelhos as escadas da Penha para cumprir minha promessa”, revela.

Foto: ascom

Foto: ascom

Nos últimos dias, seu Pelé manifestou o desejo de ganhar um chapéu novo, pois o seu se encontrava bastante desgastado. O presente veio em dose tripla durante um passeio pelo centro da Capital, feito pela promotora Sônia Maia com seu Pelé. Além do chapéu, também pediu um sabonete porque, mesmo já com idade avançada, gosta de ter suas próprias coisas manter sua autonomia.

Durante o passeio, foi reconhecendo a localização de prédios históricos da Capital e sua memória mais uma vez surpreendeu a todos ao citar de cor o nome de cada local por uma passou: Beaurepaire Rohan, Índio Piragibe, Pavilhão do Chá.

Ao final, voltou para a instituição agradecido e contente, desejando apenas reencontrar, ao menos, seu sobrinho.

Cuidado

A promotora Sônia Maia destaca que mais do que o presente, é a presença que importa aos idosos institucionalizados. “Foram eles que trouxeram os filhos ao mundo. Esses filhos de hoje, muitos dos quais vivem financeiramente bem, lembrem-se que não é o presente em si que faz o pai ficar feliz, é a presença do filho”.

Sônia Maia alerta ainda que o abandono é um crime previsto no artigo 98 do Estatuto do Idoso. “Está na lei: Abandonar o idoso em hospitais, casas de saúde, entidades de longa permanência, ou congêneres é um crime e eles podem responder por isso”. Segundo o Estatuto do Idoso, a pena para o crime de abandono de idosos é de detenção de seis meses a três anos e multa.

Ao final, apelou para a sensibilidade dos filhos. “Faço um apelo a todos os filhos que abandonaram seus pais em abrigos, que até então não procuram saber se estão vivos, se estão bem ou sofrendo com a ausência, que, pelo menos nessa data, se lembrem. Tem um ano todinho, mas que, pelo menos, se lembrem que tem o dia dos pais. Já que muitos deles são pais, lembrem-se dos velhinhos que estão nos abrigos esperando uma palavra amiga”, conclui a promotora.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube