Fechar

Fechar

Grávida atropelada por retroescavadeira já consegue dar seus primeiros passos

Da Redação. Publicado em 19 de agosto de 2018 às 21:36.

Foto: Reprodução/ TV Paraíba

Foto: Reprodução/ TV Paraíba

Cinco meses após o acidente com uma retroescavadeira, que culminou na morte do bebê e 40 dias internada no hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, Rayane, a grávida atropelada no mês de maio, deste ano, pela máquina, está reaprendendo a andar.

Com ajuda de muita fisioterapia, que se iniciou enquanto ainda estava no leito hospitalar, Rayane já consegue dar seus primeiros passos.

Segundo a fisioterapueta, Alba Lúcia, a paciente é muito dedicada e tem muita força de vontade.

Em entrevista à TV Paraíba, Rayane falou como foi acordar do coma. Ela disse que questionou os médicos o quê estava fazendo no hospital, e os familiares lhe informaram sobre o acidente.

Ela contou ainda que só se lembrou do dia, após ver a foto do ocorrido e a roupa que estava usando, porém do momento fatídico não se recorda.

A mulher se emocionou quando lembrou do número de pessoas que estiveram no Hemocentro para doar sangue para ela.

– Eu soube que tiveram que fechar o Hemocentro, porque não tinha mais bolsa para tanto sangue. Eu me sinto na obrigação de ser forte, porque não quero decepcionar essas pessoas que acreditam em mim – disse.

Ela ainda deixou um conselho:

– O conselho que eu dou é que para as pessoas não perderem tempo com besteiras e não gastar a vida inteira ocupada demais, não estando presente com os familiares, com que você ama. Porque de repente a vida passou e você não viveu – finalizou.

*Com informações da TV Paraíba

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube